FESTCINEAMAZÔNIA ITINERANTE RUMO AO PERU

FESTCINEAMAZÔNIA ITINERANTE RUMO AO PERU

Trata-se de uma itinerância especial diante do momento por que vivem os peruanos envolvidos pela escolha do seu novo presidente no próximo domingo. Keiko Fujimori ou Ollanta Humala? As pesquisas têm indicado uma ligeira vantagem para a filha do polêmico ex-presidente Alberto Fujimori. é nesse clima que o FestCine chega em terras peruanas. Um clima político muito quente, mas numa temperatura variando entre dez e abaixo de zero graus. A apreensão da equipe é grande, pelos dois fatores.
Tendo chegado á Brasiléia (AC) na madrugada desta quarta-feira (1/6), a equipe percorreu mais de 700 quilômetros de uma estrada cheia de problemas, acrescidos pela obra de elevação do trecho de Mutum, por conta da inundação de considerável parte da área em decorrência da construção da usina de Jirau. Na manhã desta quarta, o set “invade” o Peru, levando sonho, esperança e muita reflexão.
O FestCineamazônia Itinerante tem o patrocínio do BNDES, Governo Federal, Ministério da Cultura, Ministerio das Relações Exteriores,  Secretaria do Audiovisual,através da Lei Rouanet, Governo de Rondônia, SECEL – Secretaria da Cultura Esporte e Lazer. O apoio cultural é do Iphan,Jornal Folha de Rondonia, Fórum dos Festivais, Instituto Nacional de Cultura do Peru, INC e Prefeitura de Porto Maldonado.
EquipeFESTCINEAMAZONIA
Trata-se de uma itinerância especial diante do momento por que vivem os peruanos envolvidos pela escolha do seu novo presidente no próximo domingo. Keiko Fujimori ou Ollanta Humala? As pesquisas têm indicado uma ligeira vantagem para a filha do polêmico ex-presidente Alberto Fujimori. é nesse clima que o FestCine chega em terras peruanas. Um clima político muito quente, mas numa temperatura variando entre dez e abaixo de zero graus. A apreensão da equipe é grande, pelos dois fatores.
Tendo chegado á Brasiléia (AC) na madrugada desta quarta-feira (1/6), a equipe percorreu mais de 700 quilômetros de uma estrada cheia de problemas, acrescidos pela obra de elevação do trecho de Mutum, por conta da inundação de considerável parte da área em decorrência da construção da usina de Jirau. Na manhã desta quarta, o set “invade” o Peru, levando sonho, esperança e muita reflexão.
O FestCineamazônia Itinerante tem o patrocínio do BNDES, Governo Federal, Ministério da Cultura, Ministerio das Relações Exteriores,  Secretaria do Audiovisual,através da Lei Rouanet, Governo de Rondônia, SECEL – Secretaria da Cultura Esporte e Lazer. O apoio cultural é do Iphan,Jornal Folha de Rondonia, Fórum dos Festivais, Instituto Nacional de Cultura do Peru, INC e Prefeitura de Porto Maldonado.

Você também pode gostar

Animação e cinema chegam a Versalles

Depois do município rondoniense de Costa Marques, Versalhes recebeu a itinerância do Cineamazônia. Localidade boliviana formada por muitas casas com telhado de palha, teve como personagem do projeto Museus Vivos,

FESTCINEAMAZÔNIA ITINERANTE ACONTECE EM PORT...

Sabugueiro, região da Serra da Estrela recebe o projeto brasileiro pela primeira vez. Por Mário Branquinho A aldeia do Sabugueiro, considerada a mais alta de Portugal continental, em pleno Parque

EM NOITE DE FRIO, FESTCINEAMAZÔNIA ESQUENTA ...

A noite de apresentação do Festival de Artes Integradas-Festcineamazonia em Guayaramerin, na Bolívia, teve o frio como ingrediente inesperado. Com uma temperatura que chegou aos 12 graus centígrados, mas com

0 Comments

Ainda não há comentários

Você pode ser o primeiro a comentar este post!