CIRCO E CINEMA FAZEM A ALEGRIA DA CRIANÇADA

CIRCO E CINEMA FAZEM A ALEGRIA DA CRIANÇADA

FESTCINEAMAZONIA ITINERANTE chega em Vila Jirau

Por Sérgio Carvalho com Fotos de Talita Oliveira


 

A estrutura para exibição foi montada em um terreno nas margens da rodovia, em frente a um bar restaurante, ponto de encontro da comunidade. Cerca de duzentas e cinquenta pessoas prestigiaram o festival. Diferente das outras localidades, a presença de adultos e idosos foi grande, mais da metade do público.

Grande parte dos moradores de Vila Jirau estão direta ou indiretamente ligados com as hidrelétricas de Santo Antônio e Jirau, construídas no rio Madeira. São muitos os que trabalharam nas obras das barragens, outra parte veio de Nova Mutum, comunidade construída para os moradores da chamada velha Mutum, inundada pelas águas da represa.

“Fizeram a Vila Nova Mutum, mas o pessoal não se deu bem lá. Muito quente, abafado. Todo mundo acostumado com sítio, com suas criações e lavoura. Não ficou quase ninguém nesta vila que eles construíram, se restaram dez famílias, foi muito. O pessoal veio tudo pra cá, Vila Jirau. Aqui pelo menos tem uma terrinha que dá de plantar. Não é direito tirar o povo de suas casas assim”, explicou o trabalhador da usina hidroelétrica Edilson Nunes.

A dona de casa Simone Cristina diverte-se ao contar que quando o carro de som passa divulgando o festival, as crianças saem correndo pelas ruas, animadas. O problema, segundo ela, é acalmar a ansiedade da meninada, que o todo tempo perguntam a que horas o cinema vai começar.

“O dia todinho elas ficam empolgadas, esperando a hora. Não falam de outra coisa. Estamos todos muito felizes com a iniciativa, pois é muito bom para as crianças de Vila Jirau; a não ser igreja e bar, não se tem nada para fazer por aqui. Atividades de cultura é sempre bom, importante demais para os nossos filhos”, conclui.

Depois de percorrer cinco outros distritos de Porto Velho, a equipe do FESTCINEAMAZONIA segue viagem para mais três localidades, sendo elas: União Bandeirantes, Rio Pardo e Jacy-Paraná. Completando assim, sua primeira etapa da Itinerancia 2015, que ainda vai percorrer vilas e cidades do Vale do Guaporé, Acre, Bolívia, Peru, Cabo Verde e Portugal.

O Festcineamazônia Itinerante 2015 tem o patrocínio do BNDES, Governo Federal, Ministério da Cultura,Secretaria do Audiovisual, Lei Rouanet, apoio cultural da Prefeitura de Porto Velho, através da Funcultural, Fundaçao Cultural de Porto Velho, Sema, Secretaria Municipal do Meio Ambiente, Semed, Secretaria Municipal de Educação, Semusb,  Secretaria Municipal de Serviços Básicos e IPHAN. O Festcineamazonia é membro do Greenfilm Network e do Fórum dos Festivais.

Cortado pela rodovia BR 364, o pequeno distrito de Vila Jirau é a sexta localidade a receber o FESTCINEMAZONIA ITINERANTE 2015, no sábado, 30 de maio. A programação contou com a exibição de filmes em um telão montado na própria comunidade, seguido pela apresentação da palhaça Teteia.

Previous O PERFIL DE UMA PALHAÇA
Next ESCOLA MARECHAL RONDON, NO ABUNÃ, DIVERTE-SE COM O FESTCINEAMAZONIA

Você também pode gostar

Ailton Krenak, militante das causas indígenas, é homenageado no Cineamazônia

Foi como se tivesse sido uma grande aula de vida. A homenagem feita pelo Cineamazônia ao militante das causas indígenas Ailton Krenak transformou-se num momento de crítica ao atual momento

Tom político e social marca abertura do Cineamazônia 2016

Festival rondoniense lembra aumento da violência agrária no estado em homenagem a liderança comunitária assassinada por pistoleiros A noite de abertura da edição 2016 do Cineamazônia manteve a tradição do

Cineamazônia fecha a primeira etapa da itinerância 2016 com muita alegria em Jacy-Paraná

Nem mesmo a rotina rígida da escola Tiradentes da Polícia Militar, em Jacy-Paraná poderia ser capaz de fazer com que o sorriso transbordasse nos rostos dos adolescentes nesta terça-feira, 24.