FESTCINEAMAZÔNIA DIVULGA ROTEIRO DE ITINERÂNCIA NO PERU

O Peru será o segundo país a receber a mostra do Festcineamazônia Itinerante, etapa 2011. Tal como na Bolívia, quatro cidades peruanas serão contempladas:

Porto Maldonado dia 02 de Junho,

Puno / Salcedo dia 7,

Amaru / Cusco dia 9,

Ibéria dia 11 de Junho.

Por se tratar da quarta itinerância consecutiva pelos países vizinhos, o Cineamazônia já tem público garantido aguardando o evento, que tem despertado grande interesse de comunidades ainda carentes da arte. “Os trabalhos exibidos no festival oferecem, invariavelmente, pontos de reflexão ao público, Talvez esse seja um dos fatores a engrossar uma plateia que vislumbra novos horizontes, novas propostas na relação entre os povos e entre o homem e a natureza”, avalia Jurandir Costa, curador do festival.

 

Para Costa, a itinerância também tem sido um instrumento disseminador da cultura dos povos abaixo da linha do Equador, cujas similitudes se sobrepõem às diferenças, que, “mesmo havendo, não atrapalham nossa inter-relação. Pelo contrário, só a enriquecem”.

 

O FestCineamazônia Itinerante tem o patrocínio do BNDES, Governo Federal, Ministério da Cultura, Ministerio das Relações Exteriores, Secretaria do Audiovisual, através da Lei Rouanet e Governo de Rondônia, SECEL – Secretaria da Cultura Esporte e Lazer.

Previous DIÁRIO DE BORDO - SANTA CRUZ DE LA SIERRA (BOLÍVIA)
Next FESTCINEAMAZÔNIA ITINERANTE RUMO AO PERU

Você também pode gostar

Lauren Laverne on style: contemporary fashion

Nam in pharetra nulla. Cras aliquet feugiat sapien a dictum. Sed ullamcorper, erat eu cursus sollicitudin, lorem orci condimentum ante, non tincidunt velit dolor eget lacus. Ut dolor ex, gravida

Participe do Cineamazônia 17ª Edição – Online e Gratuito

Acesse a programação completa do Cineamazônia 17ª Edição. É super simples e gratuito: clique no link do evento, faça a sua inscrição, ative o lembrete do Youtube e participe das

VENCEDORES DO FESTCINEAMAZÔNIA SERÃO CONHECIDOS HOJE.

Foram quatro dias de intensa programação. Desde a terça-feira, Porto Velho, a capital rondoniense, mergulhou fundo no cinema, na música, na poesia. Democratizou acesso a produções e assistiu a mais