O FILME “SOLDADOS DA BORRACHA” DO DIRETOR CESAR GARCIA LIMA,SERÁ EXIBIDO EM XAPURI- ACRE.

O documentário narra a história de quatro seringueiros de diversas origens para mostrar a trajetória de luta dos soldados da borracha convocados para ajudar os aliados na Segunda Guerra Mundial. O que aconteceu aos seringueiros que extraíam borracha na Amazônia para ajudar os Aliados, durante a Segunda Guerra Mundial? A maioria morreu sem nenhuma assistência na própria floresta que a propaganda de guerra divulgava como paraíso. O Acre foi seu destino preferido, e é nesse cenário de luta pela preservação ecológica que os sobreviventes contam como a promessa de riqueza deu lugar ao desamparo.

Filmado em oito dias nas cidades de Rio Branco, Plácido de Castro e Xapuri, no Acre, Soldados da Borracha mostra a trajetória desses quatro ex-seringueiros de diferentes origens. Todos moram no estado que reúne mais da metade dos aposentados dessa categoria e é também a terra natal do diretor Cesar Garcia Lima.

O filme já foi exibido nos festivais Cine Las Américas (Estados Unidos), Brésil em Mouvements (França) e nas mostras Cine Mube-Vitrine (São Paulo) e Etnodoc (Rio de Janeiro).

O Festival de Artes Integradas acontece neste sábado as 19:00 horas em Seringal Cachoeira, a entrada é grátis.

O Festival de Artes Integradas-Festcineamazonia Itinerante tem o patrocínio do BNDES, Governo Federal através da Lei Rouanet, Ministério da Cultura, Secretaria do Audiovisual, apoio cultural da Santo Antônio Energia. Apoio Institucional Fundação Banco do Brasil.

Previous O FESTIVAL DE ARTES INTEGRADAS- FESTCINEAMAZONIA ITINERANTE LEVA À HUMAITÁ O ESPETÁCULO"DINDO E TONTON DOIS PALHAÇOS FUJÕES"
Next AWARA NANE PUTANE, FILME PRODUZIDO NO ACRE, SERÁ EXIBIDO EM XAPURI-ACRE.

Você também pode gostar

Tom político e homenagem marcam o quarto dia de festival

Festival lembrou mortes por conflitos agrários e entregou o Troféu Mapinguari à Betty Mindlin, homenageada da noite “Precisamos falar de política”, cantou Simone Mazzer ao fim do discurso de abertura

A PEDRA NEGRA: SENHOR AMBRÓSIO

Junto com o músico Rodolfo Minari, aproveitamos a tarde na comunidade quilombola de Pedras Negras, no Rio Guaporé, para procurar personagens interessantes e tentar entender um pouco melhor a história

FESTCINEAMAZÔNIA ITINERANTE CHEGA EM SAN LORENZO, NA BOLÍVIA

Quase 18 horas de navegação pelo rio Guaporé, depois da apresentação na cidade Guayaramirim – BO, a equipe do Festcineamazônia Itinerante, finalmente, desembarca na comunidade boliviana de San Lorenzo, no