Animação e cinema chegam a Versalles

Depois do município rondoniense de Costa Marques, Versalhes recebeu a itinerância do Cineamazônia. Localidade boliviana formada por muitas casas com telhado de palha, teve como personagem do projeto Museus Vivos, a técnica de enfermagem Zulema Guzmán.  Segundo ela, esse ano Versalhes não foi acometida por um dos maiores problemas enfrentados pelos moradores, a malária.  “Não registramos nenhum caso esse ano”, disse ela.

Itinerância Vale do Guaporé

Itinerância Vale do Guaporé

É uma comunidade repleta de crianças, o que facilitou as oficinas de fotografia artesanal de Bete Bullara e o projeto Animando Amazônia. Em Versalhes, Christian Ritse fez o curta em pixilation ‘Animação em Versalhes’. A localidade tem um posto da Marinha, com nove soldados guarnecendo aquele espaço de fronteira. Todos estiveram presentes à exibição dos filmes.

O espetáculo dos palhaços Chiquita e Cotonete foi uma atração à parte. “O público veio realmente com a intenção de rir e se divertir”, salientou Geysa Helena, a Chiquita, logo após a apresentação.
Cineamazonia, 14ª EDIÇÃO, tem o patrocínio do BNDES, Governo Federal, Ministério da Cultura, Secretaria do Audiovisual, Lei Rouanet. Apoio Cultural da Prefeitura de Porto Velho, através da SEMA.
Previous Comunidade Quilombola Santo Antônio Recebe Itinerância
Next Cineamazônia encanta Pedras Negras

Você também pode gostar

Filmes e palhaços unem-se no Cinema no Bairro

Com sete filmes e um espetáculo circense, bairro São Sebastião I, em Porto Velho, recebe programação do Cineamazônia Sete filmes e um espetáculo circense. Essa é a programação reservada pelo

VERSALLES – BOLÍVIA RECEBE O FESTCINEAMAZÔNIA ITINERANTE

Comunidade boliviana, de nome francês, acolhe o Festival de coração aberto. Por Sérgio Carvalho Foto de Eder Medeiros     A comunidade de nome afrancesado: Versalles, localizada nas margens bolivianas

CABO VERDE – ÁFRICA RECEBE O FESTCINEAMAZÔNIA ITINERANTE

Na última edição do Festcineamazônia em Porto Velho, a surpresa do encerramento foi o show de um cantor até então desconhecido na capital rondoniense- e no Brasil-. Princezito. Aos poucos,