Filmes e palhaços unem-se no Cinema no Bairro

Com sete filmes e um espetáculo circense, bairro São Sebastião I, em Porto Velho, recebe programação do Cineamazônia

Sete filmes e um espetáculo circense. Essa é a programação reservada pelo Cineamazônia, edição 2016, na mostra Cinema no Bairro. Esse ano, o cinema e o circo chegam de mãos dadas ao bairro São Sebastião I, no dia 19 de novembro.

A programação inicia às 20h com o curta em animação venezuelano El Columpio, um conto de pouco mais de oito minutos, onde se entrelaçam de maneira inexorável a vida, o tempo, a natureza e a liberdade. A animação tem direção de George Rojas.

Em seguida é a vez do curta ‘A Moça e o Rapaz Valente’, produção pernambucana dirigida por Antonio Carrilho. Com 23 minutos, conta a história de um rapaz valente à procura de um emprego que se envolve com a filha de um fazendeiro poderoso.

‘O Lenhador’, animação goiana de 4 minutos criada por Fábio Teófilo do Nascimento é  exemplo típico de produção que encaixa no espírito do Cineamazônia. No filme, lenhador responsável por devastar uma grande área de florestas e transformá-la em deserto fica sensibilizado com a atitude de duas crianças e resolve mudar suas atitudes.

‘O Legado dos Heróis’, filme a seguir, é um documentário de 13 minutos que mexe com o imaginário a respeito do universo dos heróis. O diretor Raniel Xavier mostra, nessa produção paulista, a importância dos quadrinhos de super-heróis (como Homem-aranha, Batman, Superman) e a influência que podem ter na formação de valores e caráter das crianças e adolescentes.

A outra produção a ser exibida na sequência é ‘Barbante’. É uma ficção mineira de 20 minutos. Os criadores Daniel Couto e Samir Hauahi trazem uma história simples, mas emocionante a partir de um enredo comum nos dias de hoje. Barbante está sumido e Zeca tenta a todo custo encontrar o cachorro desaparecido. Uma história de amizade e lealdade.

Giovanni Scoz Girardi traz em ‘Bravura’, animação catarinense de pouco mais de 4 minutos, o tema das touradas. Descendente de uma linhagem nobre de toureiros, Paco Bravo tem agora um novo desafio em sua carreira para celebrar a sua 100ª tourada.

O último filme da noite é o média-metragem ‘Hora do Lanchêêê’, produção carioca de Claudia Mattos. Nesta ficção de 48 mimutos, as peripécias dos irmãos Joalisson, Joedson e Jowilson. Se não fosse pelo almoço na escola, os irmãos iriam ficar de barriga vazia.

Encerrando a programação, Pipoca, Barina e Milonga estabelecem um jogo de improvisos e ações que levam ao riso e transitam pelos números circenses utilizando-se da imaginação para criar uma situação de lúdica, onde a brincadeira é a razão de todo o jogo, no espetáculo circense ‘Exercício de Palhaçaria’. No elenco, Amanara Brandão (Milonga), Flávia Diniz (Barina) e Chicão Santos (Pipoca) usam e abusam das ‘palhaçadas’ para encantar crianças de todas as idades.

Cineamazonia, 14a EDIÇÃO, tem o patrocínio do BNDES, Governo Federal, Ministério da Cultura, Secretaria do Audiovisual, Lei Rouanet. Apoio Cultural da Prefeitura de Porto Velho, Sejucel e Unir – Universidade Federal de Rondônia.

SERVIÇO:

PROGRAMAÇÃO CINEMA NO BAIRRO

DIA 19 DE NOVEMBRO

HORÁRIO: 20 HORAS

LOCAL: PRAÇA DO BAIRRO SÃO SEBASTIÃO I

Você também pode gostar

FESTCINEAMAZÔNIA LOTA PRAÇA DOS PIONEIROS E...

Em comemoração ao centenário da Madeira Mamoré foi exibido o filme dinamarquás A Ferrovia do Diabo

Cineamazônia Itinerante fecha a primeira eta...

O Cineamazônia Itinerante encerrou o último dia de atividades da primeira etapa na Escola Tiradentes da Polícia Militar, em Jacy-Paraná, na tarde da segunda-feira (14). Mesmo com a rotina de

FESTCINEAMAZÔNIA ITINERANTE – ROMPENDO...

Diversos países e comunidades recebem a Itinerância do Festival Ambiental Por Sérgio Carvalho Foto de Eder Medeiros   Portugal, África, Vale do Guaporé, Amazonas, Acre, Bolívia e Peru. Floresta, mar,

0 Comments

Ainda não há comentários

Você pode ser o primeiro a comentar este post!