Cineamazônia oferece oficina gratuita para levar cinema às escolas

Oficina de Bete Bullara será realizada entre os dias 23 e 25 de novembro no Centro de Formação do Teatro Banzeiros. As inscrições para os dois cursos-oficinas podem ser feitas através do site www.cineamazonia.com.br/oficinas.

foto-bete-2

A fotógrafa Bete Bullara ministrará a oficina do Cineamazônia ‘Cinema na Escola: ver e fazer’

Aprofundar-se no fazer cinema ou simplesmente iniciar nesse universo. Seja qual for o interesse pessoal, o Cineamazônia possibilita discussões práticas sobre o tema em duas oficinas ofertadas como parte da programação do festival. As oficinas ‘Cinema na Escola: ver e fazer’ e ‘Cinema de uma pessoa só’, mesmo com intenções diferentes apontam o mesmo caminho, o do acesso, da democratização e da plena iniciativa de contar suas próprias histórias a fazendo cinema.

‘Cinema na Escola: ver e fazer’ será realizada no Centro de Formação do Teatro Banzeiros, entre os dias 23 e 25 de novembro, das 8h às 12h. Com inscrição limite de 25 pessoas, o curso visa oferecer, principalmente aos professores, informações e reflexões sobre a formação social do olhar e a construção das linguagens audiovisuais; o seu uso no cotidiano da nossa sociedade e sua utilização em sala de aula; o aprofundamento da leitura crítica das obras audiovisuais e sua importância para a educação no mundo contemporâneo.

“Além disso, pensar a lei que torna a exibição de filmes e audiovisuais de produção nacional obrigatória nas escolas de ensino básico por, no mínimo, duas horas mensais e introduzir o professor nas questões da estética e linguagem do audiovisual para termos nas escolas uma curadoria que atinja os objetivos culturais e educacionais da lei”, explica a ministrante do curso Bete Bullara.

Formada em Cinema pela Universidade Federal Fluminense (UFF), jornalista e fotógrafa, Bete Bullara é Secretária executiva do CINEDUC desde 1975, onde participou de treinamento de professores, mesas redondas e palestras, tanto no Brasil como no exterior. Preparou materiais didáticos, tanto teóricos como de exercícios e já realizou 67 oficinas para professores e para jovens em 16 estados brasileiros para o SESC Nacional no último ano.

No curso Bete Bullara terá como assistente Maria Luzia Ferreira Santos, mestre em Educação pela Universidade Federal de Rondônia (2014), licenciada e bacharel em Geografia pela Universidade Federal de Rondônia/ UNIR (1998. Maria Luzia realiza oficinas de Animação em Stop Motion, como instrumento didático-pedagógico para alunos e professores.

As inscrições para os dois cursos-oficinas podem ser feitas através do site do site www.cineamazonia.com.br/oficinas.

Cineamazonia, 14a EDIÇÃO, tem o patrocínio do BNDES, Governo Federal, Ministério da Cultura, Secretaria do Audiovisual, Lei Rouanet. Apoio Cultural da Prefeitura de Porto Velho, Sejucel e Unir – Universidade Federal de Rondônia.

 

Você também pode gostar

FESTCINEAMAZÔNIA ITINERANTE MUDA ROTINA DE U...

A chuva ameaçou, mas não tirou o ânimo e nem a vontade dos moradores do distrito de União Bandeirantes, aproximadamente 160 quilômetros de Porto Velho, de assistir as apresentações de

MARCELO MARÃO PRODUZ A ANIMAÇÃO DO PERSONA...

É difícil definir exatamente onde estão fincadas as raízes de influência de Marcelo Marão. Os traços imperfeitos, ‘sujos’, remetem um pouco a Henfil, por exemplo. Mas se a influência existe,

FESTCINEAMAZÔNIA ITINERANTE CHEGA A BUENA VI...

Buena Vista localidade boliviana às margens do Rio Guaporé, tem todas suas habitações erguidas por sobre palafitas. Distrito de Magdalena na província do Beni, conta com uma população com pouco

0 Comments

Ainda não há comentários

Você pode ser o primeiro a comentar este post!