GUAJARÁ MIRIM É O PONTO DE PARTIDA DA ITINERANCIA 2013 DO FESTCINEAMAZÔNIA

GUAJARÁ MIRIM É O PONTO DE PARTIDA DA ITINERANCIA 2013 DO FESTCINEAMAZÔNIA

Com uma população de mais de 40 mil habitantes e um dos municípios de maior atrativo turístico e histórico de Rondônia, Guajará Mirim será o primeiro a receber a etapa Amazônia 2013 do Festival de Artes Integradas-Festcineamazônia Itinerante. Música, circo, cinema e literatura integram o cardápio cultural da programação de hoje a noite, na Praça dos Pioneiros da Estrada de Ferro Madeira Mamoré, conhecida pelos moradores de Guajará como ‘A Praça do Trem’.

De certa forma é um encontro multicultural, unindo no mesmo espaço o músico amazônico Bado, o artista de circo argentino Martin Martinez, o poeta português José Luiz Peixoto e a seleção de curtas do Festcineamazonia, que engloba várias regiões brasileiras.

Agora fazendo parte do circuito de Artes Integradas, o Festcineamazônia Itinerante amplia ainda mais o leque de locais a serem alcançados. No total, em 2013 percorrerá cinco países e contemplará mais de 20 cidades com cinema, circo e música, mantendo o foco inicial de sempre estar em comunidades com dificuldade de acessos formas diferentes de arte. “Nesses locais a presença do Festcineamazonia Itinerante sempre é aguardada, onde a arte circense, do cinema, é sempre novidade”, diz Jurandir Costa, um dos organizadores do Festcineamazônia. Os países que receberão o festival itinerante são Brasil, Bolívia, Peru, Portugal e Cabo Verde na África, além de cidades do Amazonas e Acre.

A ideia de unir artistas de diferentes vertentes tem sido uma das principais novidades dos últimos eventos produzidos pelo Festcineamazonia. Ao celebrar a diversidade cultural, une pontos que poderiam ser considerados não convergentes ou de realidades opostas.

É o caso do escritor português José Luiz Peixoto. O texto intimista do poeta será levado a comunidades ribeirinhas a partir não só de ‘contação’ de histórias, mas também com a distribuição de um pequeno livro produzido especialmente para essa edição itinerante. Ao conhecer a proposta do Festcineamazonia, Peixoto fez questão de ver de perto a realidade dos rios e estradas amazônicos que se descortinam a cada itinerância.

Será uma programação intensa para os próximos dias. No sábado, 10, a caravana cultural atravessa o rio e vai à cidade boliviana de Beni. A Praça do Cavalo foi o local escolhido para a apresentação cultural. A partir daí, o Festcineamazonia, deixa um pouco a estrada de lado e se aventura pelos rios rondoniense e boliviano. O Vale do Guaporé é o destino. A partir do dia 12 locais como o Forte Príncipe da Beira, Buena Vista, Costa Marques, Quilombo de Santo Antonio do Guaporé, Versalles, Quilombo de Pedras Negras, Mategua, Porto Rolim e Remanso serão contemplados com as atrações da itinerância. A programação encerra dia 25 de agosto em Pimenteiras do Oeste.

O Festival de Artes Integradas – Festcineamazônia Itinerante 2013 tem o patrocínio do BNDES, Governo Federal através da Lei Rouanet, Ministério da Cultura, Secretaria do Audiovisual, apoio cultural da Santo Antônio Energia e Parceria Institucional da Fundação Banco do Brasil.

Por Ismael Machado/Festcineamazônia – Foto: Avener Prado/Festcineamazônia

Previous FESTCINEAMAZÔNIA ITINERANTE EMOCIONA GUAJARÁ- MIRIM
Next POETA PORTUGUÊS JOSÉ LUIS PEIXOTO NO FESTCINEAMAZÔNIA ITINERANTE

Você também pode gostar

FESTCINEAMAZONIA COMEÇA MAIS UMA ETAPA DA ITINERANCIA 2014, DESTA VEZ HUMAITÁ NO AMAZONAS SERÁ O PONTO DE PARTIDA.

As apresentações acontecem na orla da igreja matriz as 19:00 horas , e a entrada e grátis. Por Eduardo Kopanakis   Este ano o Festcineamazonia leva na  bagagem uma programação

FESTCINEAMAZÔNIA ITINERANTE NAS MONTANHAS GELADAS DO PERU

Se Cusco está a quase 4 mil metros acima do nível do mar, a comunidade de Amaru – povo contemporâneo dos Incas – vive a 4,3 mil. é um frio

PARCERIA COM UNIVERSIDADE DE COIMBRA EXIBE FESTCINEAMAZÔNIA ITINERANTE

Poucos meses antes de a ONU reunir as maiores lideranças globais na Rio+20, a tradicional Universidade de Coimbra, em Portugal, vai sediar um grande encontro sobre a Amazônia, antecipando temas