Cineamazônia leva Cinema no Bairro até conjunto Orgulho do Madeira

O Festival Latino Americano de Cinema Ambiental – Cineamazônia no ano de 2017, realiza sua 15ª edição, e para tanto, tem como uma de suas metas, a compreensão da necessidade de descentralização de suas atividades, por meio da projeção filmes durante todo o ano, entre os meses de julho a outubro em diversas localidades.

Com o objetivo de ampliar um público cada mais diversificado, o Cineamazônia – 15ª edição faz a segunda atividade da semana: o Cinema no Bairro, que vai até o conjunto residencial Orgulho do Madeira, localizado no bairro Mariana, na zona Leste de Porto Velho, com início às 19:30 horas.

Estão previstas a projeção de filmes (curtas-metragens) e uma participação especial da palhaça Tetéia (atriz Suely Rodrigues). Estão inseridos na grade da programação do Cinema no Bairro, os filmes premiados durante a Mostra Competitiva do ano passado, entre animações, ficções e documentários brasileiros e de países como a Venezuela e Suíça.

A expectativa dos organizadores é mais uma vez de casa cheia. Novamente, o Cineamazônia leva na bagagem uma programação bastante diversificada, com curtas nacionais e internacionais e apresentações de artistas do cenário local.

A 15ª edição do Cineamazônia tem o patrocínio do BNDES, Governo Federal, Ministério da Cultura, Secretaria do Audiovisual e da Lei Rouanet. Ainda tem o apoio cultural da Sejucel, Funcultural, Fecomércio e SESC Rondônia. O Cineamazônia é associado ao Fórum dos Festivais e membro do Green Film Network.

Previous Filmes e alegria marcam Cinema no Circo do Cineamazônia em Candeias do Jamari
Next Cinema no Bairro do Cineamazônia no Orgulho do Madeira é sucesso de público

Você também pode gostar

TV Serra Azul de Porangatu exibe Histórias Mal Contadas

  Resultado de uma parceria entre a Espaço Vídeo e Cinema e a Fundação Cultural Serra Azul, gestora da TV Serra Azul, localizada na cidade de Porangatu, Norte goiano, retransmissora

Cineamazônia Itinerante termina atividades na Bolívia

Após sair de Porto Rolim, o barco Canuto do Cineamazônia Itinerante seguiu para 18 horas de viagem rumo a Cafetal, penúltima cidade boliviana a receber o projeto nesta etapa, na

Cineamazônia se despede de 2017 em noite de homenagem à produção local

Uma grande noite de celebração ao audiovisual rondoniense. Assim foi a despedida da15ª edição do Festival Cineamazônia, que chegou ao fim na noite deste sábado (21). Em cerimônia realizada no