TV Serra Azul exibe Animando Amazônia

A série produzida pela Espaço Vídeo e Cinema “Animando Amazônia” será exibida pela TV Serra Azul, retransmissora da TV Futura na cidade de Porangatu, Norte de Goiás, a partir de junho. Composta de duas temporadas e um total de trinta e três episódios, o projeto é pioneiro na animação desenvolvida na Amazônia brasileira e na Bolívia, utilizando a técnica de Pixilation e tem sua atenção voltada ao meio ambiente e a importância da consciência ambiental.

De acordo com o cineasta José Jurandir da Costa, a série foi desenvolvida com “o objetivo de democratizar o acesso e oferecer a oportunidade de utilizar técnicas de animação para estimular a reflexão sobre a vida e as múltiplas realidades da Amazônia”.

A série, que tem a lendária figura do Mapinguari como personagem constante, ser amazônico que protege as florestas, foi realizada como jovens moradores da região da Amazônia brasileira e boliviana, ao longo do Vale do Guaporé, através de oficinas do Cineamazônia Itinerante, que percorre, todos os anos, a região com a exibição de curtas metragens de temática ambiental.

Como um dos objetivos centrais, a série “Animando Amazônia” volta sua atenção a questão da preservação ambiental e a importância da consciência ecológica, mostrando que os impactos ao meio ambiente refletem diretamente na qualidade das populações.

 

Previous Cineamazonia Itinerante – 16ª Edição acontece no mês de junho
Next Imagens da Memória será exibida na programação da TV Serra Azul

Você também pode gostar

Cineamazônia comemora diversidade de produções inscritas no festival

Uma das características marcantes do Cineamazônia sempre foi a diversidade das produções apresentadas ao público. Para alegria dos cinéfilos de Porto Velho, a mostra competitiva deste ano não será diferente.

Cineamazônia inicia itinerância tendo o rio Guaporé como destino

Esse rio é minha rua, piso no peito da lua, deito no chão da maré. Os versos de Paulo André e Rui Barata, compositores paraenses, traduzem com perfeição os caminhos

Terceiro dia do Cineamazônia tem teatro lotado e emoção de diretora estreante

Em mais uma noite de casa cheia, Festival faz uma homenagem aos realizadores de cinema e vê antigas sementes florescerem Não é fácil realizar o sonho de viver de cinema