Histórias mal Contadas será exibida na TV Serra Azul

Resultado de uma parceria entre a Espaço Vídeo e Cinema e a Fundação Cultural Serra Azul, gestora da TV Serra Azul, localizada na cidade de Porangatu, Norte goiano, retransmissora da TV Futura, a série documental “Histórias mal Contadas” passa a ser exibida a partir de maio na programação da TV goiana.

Composta por 25 capítulos e com 1h52 minutos no total, “Histórias mal contadas” retrata a importância da preservação da oralidade da música autoral e revela todo o processo de construção das músicas através do depoimento de cada compositor participante. Através das narrativas descobre-se as curiosidades e os processos de composição dos artistas.

A figura do personagem como um narrador em processo oralizante possibilita o entendimento da mistura de vozes e sons presentes no qual é possível enriquecer o ponto de vista de cada tema e o produto audiovisual pode ser considerado como uma extensão do processo oral, com a intenção de dar voz ao(s) personagem(s) tornando-o, ao mesmo tempo, sujeito do processo e agente de preservação e resgate do patrimônio cultural vinculado a música autoral e as memórias coletivas.

A série retrata desde músicos famosos, como Chico Batera por exemplo, como pessoas totalmente desconhecidas, seja no Sertão Nordestino, na Floresta Amazônia ou em uma grande cidade, mas que fazem da música e da composição o retrato de seus locais e de suas culturas.

Todos os programas são tratados com a mesma estética, buscando sempre aspectos raros e desconhecidos e, com a possibilidade do desaparecimento das pessoas reais para ocupar uma paisagem sempre em constante transformação.

Previous Imagens da Memória será exibida na programação da TV Serra Azul
Next TV Serra Azul abre espaço para a produção audiovisual independente brasileira

Você também pode gostar

Filme sobre Rondon vai abrir a 14a edição do Cineamazônia 

Marechal Cândido Rondon, foi uma das mais proeminentes figuras que ajudou a colonizar o território brasileiro de forma efetiva. É sobre esse personagem histórico que se trata o filme “Rondon,

PIMENTEIRAS DO OESTE – ÚLTIMA PARADA DO FESTCINEAMAZÔNIA ITINERANTE PELO VALE DO GUAPORÉ

Carinho e entusiasmo da população de Pimenteiras do Oeste â?? BR marcam visita do Festcineamamazônia

Tom político e social marca abertura do Cineamazônia 2016

Festival rondoniense lembra aumento da violência agrária no estado em homenagem a liderança comunitária assassinada por pistoleiros A noite de abertura da edição 2016 do Cineamazônia manteve a tradição do