FESTCINEAMAZONIA APORTA EM BUENA VISTA- BOLÍVIA

FESTCINEAMAZONIA APORTA EM BUENA VISTA- BOLÍVIA

Buena Vista é uma localidade peculiar. Fica em frente ao rio Guaporé, com uma pequena praia a receber as centenas de visitantes diários. O atrativo são as lojas de materiais diversos. Como uma zona franca se encontra de quase tudo em Buena Vista. Bolsas, sapatos, aparelhos eletrônicos, brinquedos.Por trás ficam as casas dos moradores lojistas.É um comércio tão peculiar que as casas são chamadas de ‘palashopping’, palafitas transformadas em lojas.Foi na areia da praiazinha de Buena Vista que o Festival de Artes Integradas-Festcineamazonia Itinerante realizou a quinta apresentação.

O público se dividiu entre as cadeiras postas na areia e do alpendre das casas de madeira. Sob uma noite fria, Bado, José Luís Peixoto e Martinez se apresentaram a um público menor, pois Buena Vista não chega a possuir 50 habitações, mas curioso e atento.

À tarde, o major Leal e a sargento Ana, do Corpo de Bombeiros de Porto Velho, ministrou mais uma palestra sobre primeiros socorros e ações em caso de emergência. No caso de Buena Vista, uma atividade necessária, já que as palafitas são construções antigas de madeira, com risco de incêndios em algunscasos.

Ao abrir as apresentações o cantor Bado mostrou uma composição mais recente, feita durante a própria itinerância. ‘Ciranda de quintal’ pega o espírito de nostalgia que o contato com a natureza amazônica acaba por proporcionar.

A areia fofa quase foi um empecilho para a atuação de Martinez, mas a experiência do palhaço argentino fez com que superasse as dificuldades.

A sessão de filmes apresentou o documentário ‘Horizontes e fronteiras’, a viagem pelos países latino americanos cobertos pelo Festcineamazonia Itinerante, como Bolívia e Peru. Tendo o compositor Bado como fio condutor, o documentário mostra as  relações culturais que enlaçamos dois países com o Brasil.

O Festival de Artes Integradas – Festcineamazônia Itinerante 2013 tem o patrocínio do BNDES, Governo Federal através da Lei Rouanet, Ministério da Cultura, Secretaria do Audiovisual, apoio cultural da Santo Antônio Energia e Parceria Institucional da Fundação Banco do Brasil.

Por Ismael Machado

Previous CINEAMAZÔNIA ITINERANTE NA ESTRADA
Next FORTALEZA DO ABUNÃ, UMA PAUSA PARA O CINEMA

Você também pode gostar

Tom político e social marca abertura do Cineamazônia 2016

Festival rondoniense lembra aumento da violência agrária no estado em homenagem a liderança comunitária assassinada por pistoleiros A noite de abertura da edição 2016 do Cineamazônia manteve a tradição do

Cineamazônia Itinerante faz exibição de filmes às escuras em Rio Pardo

Após percorrer 105 quilômetros que separam Jacy-Paraná de Rio Pardo, a caravana do Cineamazônia Itinerante chegou no início da tarde do domingo (13), ao distrito de Rio Pardo, que pertence

REMANSO-BOLÍVIA CASA CHEIA DURANTE AS APRESETAÇÕES DO FESTCINEAMAZONIA

Faltou pouco para que os 500 moradores do distrito boliviano de Remanso comparecessem em totalidade à apresentação do Festival de Artes Integradas-Festcineamazonia Itinerante. A noite com música, circo, poesia e