FESTCINEAMAZÔNIA SE APRESENTA NO DISTRITO SEDE DA PONTA DO ABUNÃ

Nesta quarta-feira, o Festcineamazônia Itinerante se apresentou em Extrema, o maior distrito da Ponta do Abunã. É a quarta vez nos últimos quatro anos que o festival retorna para a localidade.

A presença maciça foi das crianças e adolescentes. Vieram em peso e lotaram a quadra da Escola Municipal 13 de maio. A maior ansiedade era para ver a apresentação do palhaço Sorriso.

No ano passado, foi realizado um plebiscito para a separação de Porto Velho, e Extrema almeja ser a sede municipal da região. Com mais infra-estrutura do que as outras cidades da Ponta de Abunã, este município seria criado a partir do rio Madeira até a fronteira com o Acre e Amazonas, e absorveria os quatro atuais distritos.

Esta é a sexta sessão, em sete dias, da itinerância do festival pelos distritos de Porto Velho. A última localidade será Nova California, nesta quinta-feira 22.

O Festcineamazônia® Itinerante tem o patrocínio da Oi, BNDES, Governo Federal, Ministério da Cultura através da Lei Rouanet, Secretaria do Audiovisual, apoio cultural Oi Futuro, Funarte, Prefeitura do Municipio de Porto Velho através da SEMED e Fundação Iaripuna, Governo do Estado de Rondonia – SECEL e SEDUC.

Previous EXTREMA
Next ENCERRAMENTO DA ITINERÂNCIA DO FESTCINEAMAZÔNIA

Você também pode gostar

FESTCINEAMAZÔNIA DIVULGA ATIVIDADES DO FESTIVAL 2013.

Entre os dias 5 a 9 de novembro acontece em Porto Velho a 11º edição do Festcineamazônia-Festival Latino Americano de Cinema Ambiental, com o tema Um filme de amor a

FESTCINEAMAZÔNIA ITINERANTE RUMO AO PERU

A segunda etapa da itinerância do FestCineamazônia partiu nesta terça-feira (31) rumo ao Peru. A exemplo da Bolívia, quatro cidades peruanas (Puerto Maldonado, Puno, Cuzco e Ibéria) receberão as atividades

CABO VERDE – ÁFRICA RECEBE O FESTCINEAMAZÔNIA ITINERANTE

Na última edição do Festcineamazônia em Porto Velho, a surpresa do encerramento foi o show de um cantor até então desconhecido na capital rondoniense- e no Brasil-. Princezito. Aos poucos,