CUSCO E PISAC RECEBEM O FESTCINEAMAZÔNIA ITINERANTE

CUSCO E PISAC RECEBEM O FESTCINEAMAZÔNIA ITINERANTE

A segunda apresentação do FestCineamazônia Itinerante em terras peruanas aconteceu na noite de quarta-feira (7) em Cusco, cidade com cerca de 500 mil habitantes, localizada na região mais andina  do Peru, onde é forte o legado da civilização Inca e dos espanhóis, seus colonizadores. Um público mesclado de nativos e turistas de várias nacionalidades, o que confirma a vocação do país para o turismo fomentado pelos fartos nichos arqueológicos, que comprovam a presença de uma civilização avançada para os padrões da época, pelo menos 5 mil anos AC. é esta herança misteriosa e milenar que atrai gente de todo o mundo para a região.
Com a já esperada receptividade, os peruanos de Cusco foram chegando aos poucos ao local do evento. E, como de outras vezes, a performance do Palhaço Xuxu envolveu toda a platéia em seus mirabolantes e hilários números recheados de mensagens de incentivo a uma nova forma do homem se relacionar com a natureza. Tema que contagia grande parte do povo peruano que espera do presidente (Ollanta Humala) eleito no domingo (5) um novo olhar para as regiões mais necessitadas do país. “Vamos vigiar de perto a atuação do novo presidente. Esperamos também que o novo governo intensifique as ações de aproximação dos países latino-americanos, e especialmente com o Brasil”, diz o artista plástico Manuel Gibarras.
O FestCineamazônia não foi a Puno, onde está situado o Lago Titicaca. é que havia uma manifestação do setor de mineração com ameaças de fechamento das estradas, então os coordenadores do Festival acharam mais sensato não arriscar possíveis incidentes. Com isso, a comunidade de Pisac, Província de Cusco, foi contemplada com a mostra que obteve total apoio do administrador da localidade. “é uma satisfação muito grande receber os irmãos brasileiros. Em nome do povo de Pisac, agradecemos este momento de conscientização quanto à integridade do homem e do Planeta Terra, através de películas, e pela oportunidade de fazermos isso com muita graça junto com o Palhaço Xuxu”, destaca Washington Camacho Merma, prefeito de Pisac.
Acostumados com temperaturas abaixo de 10Cº, ou mesmo abaixo de zero, os moradores de Pisac lotaram o Teatro Municipal para ver a mostra. Crianças, jovens e adultos ligados na exibição de filmes e vídeos, e extasiados com o show “Silêncio Total – Um Palhaço Está Chegando”. O biólogo Alexandro Laurel considera a iniciativa “uma grande sacada para a integração de todos os povos da Amazônia”; a analista de sistemas Geovanna Pamela Salas se empolga: “depois desse espetáculo de conscientização e da ternura do Palhaço Xuxu, quero conhecer melhor os brasileiros”.
Nesta quinta-feira (9), a mostra acontece em Amaru, mais uma comunidade da região de Cusco. “São quatro anos de um riquíssimo intercâmbio cultural, e arriscamos dizer que o FestCineamazonia tem contribuído para a integração consciente dos povos”, aponta Jurandir Costa, um dos coordenadores do projeto.
O FestCineamazônia Itinerante tem o patrocínio do BNDES, Governo Federal, Ministério da Cultura, Ministerio das Relações Exteriores,  Secretaria do Audiovisual,através da Lei Rouanet, Governo de Rondônia, SECEL – Secretaria da Cultura Esporte e Lazer. O apoio cultural é do Iphan, Fórum dos Festivais, Instituto Nacional de Cultura do Peru, INC.

Você também pode gostar

FESTCINEAMAZONIA ITINERANTE É EXIBIDO SOBRE ...

A exibição do FestCineamazônia Itinerante 2015 – Vale do Guaporé no distrito de Buena Vista, do lado boliviano do Rio Guaporé ocorreu na noite desta sexta, 10 de julho, com

FORTE PRÍNCIPE RECEBE O FESTICINEAMAZÔNIA I...

Fortaleza foi construida pelos portugueses na margem direira do Rio Guaporé Por Sérgio Carvalho Foto de Eder Medeiros No último dia 13 de agosto, na entrada da ruína do grande

FESTCINEAMAZÔNIA ITINERANTE – ROMPENDO...

Diversos países e comunidades recebem a Itinerância do Festival Ambiental Por Sérgio Carvalho Foto de Eder Medeiros   Portugal, África, Vale do Guaporé, Amazonas, Acre, Bolívia e Peru. Floresta, mar,

0 Comments

Ainda não há comentários

Você pode ser o primeiro a comentar este post!