ÉVORA RECEBE PROJETO AUDIOVISUAL DA AMAZÔNIA

ÉVORA RECEBE PROJETO AUDIOVISUAL DA AMAZÔNIA

A cidade de évora, capital do Distrito de évora, em Portugal, recebe o Fest Cineamazônia Itinerante com projeção de vídeos e filmes ambientais brasileiros, como parte da integração internacional. A exibição acontece nesta quinta-feira. Para o curador do festival Jurandir Costa, a integração valoriza a cultura brasileira através da arte cinematográfica.A caravana 2010 iniciou em março, com exibições nas capitais da região norte do Brasil. Ainda nessa temporada o Fest Cineamazônia estará também em Cabo Verde, no continente africano.Durante a itinerância o festival está produzindo um novo documentário sobre a nossa herança cultural portuguesa. O filme será protagonizado pelo professor e historiador Marcos Teixeira, da Universidade Federal de Rondônia.O Festival tem o patrocínio da Petrobras, Ministério da Cultura através da Lei Rouanet, Eletrobras e Correios, conta com o apoio cultural da Santo Antonio Energia, Prefeitura de Porto Velho, Semed e Fundação Iaripuna, Governo de Rondônia – Secel, e apoio da Bancada Federal de Rondônia, senadora Fátima Cleide, senador Valdir Raupp, deputado federal Eduardo Valverde e deputada federal Marinha Raupp.

Previous PORTUGAL RECEBE PROJETO CULTURAL DE RONDÔNIA
Next CABO VERDE RECEBE FESTIVAL BRASILEIRO DE CINEMA E VÍDEO

Você também pode gostar

FESTCINEAMAZÔNIA ITINERANTE REALIZA APRESENTAÇÃO PARA MAIS DE 400 PESSOAS EM COSTA MARQUES

Costa Marques é um dos mais antigos municípios de Rondônia Por Sérgio Carvalho Foto de Eder Medeiros     No dia 15 de agosto, foi a vez da cidade rondoniense

FESTCINEAMAZÔNIA ITINERANTE RUMO AO PERU

Trata-se de uma itinerância especial diante do momento por que vivem os peruanos envolvidos pela escolha do seu novo presidente no próximo domingo. Keiko Fujimori ou Ollanta Humala? As pesquisas

Cineamazônia encanta Pedras Negras

Não tem sido fácil para a embarcação que transporta o Cineamazônia chegar a muitas das comunidades ribeirinhas para a o projeto de Itinerância. Isso porque o rio Guaporé está no