FESTCINEAMAZÔNIA ITINERANTE EM TARRAFAL – CABO VERDE – ÁFRICA

FESTCINEAMAZÔNIA ITINERANTE EM TARRAFAL – CABO VERDE – ÁFRICA

Não chegou a ser surpresa, mas o público de aproximadamente 500 pessoas que acompanhou as atividades de cinema, circo, musica e poesia do Festival de Artes Integradas – Festcineamazonia Itinerante, mais uma vez reafirmou o compromisso de integração cultural que necessita ser aprofundado entre o Brasil e outros países de língua portuguesa.

Foram exibidas sete produções brasileiras, abordando a questão ambiental do planeta. Do lado caboverdiano foram apresentadas atrações como o Palhaço Xclumbumba e a participação especial do cantor Princezito e o Grupo Batuku Delta Cultura.

O Batuco é uma tradicional dança e música, acompanhada por tambores, com origens na ilha do Tarrafal, sendo sobretudo praticada por mulheres. Tarrafal é banhada pelo mar e tem na pesca e no turismo os pilares de sua economia. A falta de água é uma problemática muito comum nesse país árido.

No Batuco, uma cantora descreve acontecimentos quotidianos, mas também se refere à política e à cultura em geral de uma forma divertida ou crítica. O coro imita os versos, e a canção vai-se tornando progressivamente mais intensa, culminando no Tornu, uma dança realizada por duas a três dançarinas.

A poesia mais tradicional ficou a cargo poeta de Cabo Verde Anilton Levy que declamou em criolo (língua local) e português.

As participações especiais do cantor Princezito e do Grupo Batuku Delta Cultura foram dois dos momentos mais emocionantes do festival. Princezito fez um show dedicado às crianças que invadiram o palco do evento e entoaram coro com o ídolo local em várias músicas.

“A interação com circo, música, poesia e cinema foi fundamental, já que as crianças trouxeram também seus pais nesse abraço simbólico de formação de platéia”, diz Jurandir Costa, um dos coordenadores do Festicineamazônia.

É a terceira vez que Cabo Verde recebe o Festival de Artes Integradas – Festcineamazonia Itinerante. A integração cultural com os países de língua portuguesa é o principal objetivo do projeto. O próximo destino do Festcineamazônia Itinerante é na histórica cidade portuguesa Évora, dia 10 de julho.

O Festival de Artes Integradas – Festcineamazônia Itinerante 2013 tem o patrocínio do BNDES, Governo Federal através da Lei Rouanet, Ministério da Cultura, Secretaria do Audiovisual, apoio cultural da Santo Antônio Energia e da Câmara Municipal de Tarrafal.

Previous FESTCINEAMAZÔNIA ITINERANTE LEVA CINEMA AOS 13 DISTRITOS DE PORTO VELHO
Next CABO VERDE - ÁFRICA RECEBE O FESTCINEAMAZÔNIA ITINERANTE

Você também pode gostar

FESTCINEAMAZÔNIA CHEGA NA COMUNIDADE QUILOMBOLA DE PEDRAS NEGRAS

Rio Guaporé em Rondônia une o Brasil e Bolívia Por Sérgio Carvalho Foto de Eder Medeiros Pedras Negras é uma comunidade quilombola a qual, como a boliviana Versalles, está trabalhando

FESTCINEAMAZÔNIA ITINERANTE CHEGA EM SAN LORENZO, NA BOLÍVIA

Bolivia e Brasil recebem projeto cultural Por Sérgio Carvalho Foto de Eder Medeiros Quase 18 horas de navegação pelo rio Guaporé, depois da apresentação na cidade Guayaramirim – BO, a

FESTCINEAMAZÔNIA ITINERANTE 2015 NA BOLÍVIA

FestCineAmazônia é exibido em 6 comunidades bolivianas Por Texto: Felippe Jorge Kopanakis – Foto: Gavin Andrews   A viagem do FestCineAmazônia Itinerante 2015 – Vale do Guaporé por terras bolivianas