FESTCINEAMAZÔNIA ITINERANTE DEPOIS DE NOVE DIAS SUBINDO O RIO GUAPORÉ CHEGA A VERSALLES – BOLÍVIA

FESTCINEAMAZÔNIA ITINERANTE DEPOIS DE NOVE DIAS SUBINDO O RIO GUAPORÉ CHEGA A VERSALLES – BOLÍVIA

A sétima localidade a receber o Festcineamazônia em sua itinerância pelo Vale do Guaporé, Versalles uma comunidade boliviana pertencente ao município de Magdalena – Beni, com construções exclusivamente de madeira com cobertura de palha, localizada na margem esquerda do Rio Guaporé, faz parte da  Reserva “Parque Departamental de Itenez”. A via fluvial é a única alternativa de deslocamentos para os seus habitantes, pois a estrada que passa pelo meio da reserva foi abandonada. Eles não querem sua reativação, temendo danos ao meio ambiente, essa consciência ecológica está inscrita na placa que saúda seus visitantes: “BENVENIDOS A VERSALLES DESFRUTE DE NUESTRA NATUREZA Y RESPETE NUESTRO MEDIO”.

A beira do rio é utilizado pelas lavadeiras, que, com suas pranchas de madeira oferecem aos que chegam a Versalles imagens impactantes.  O espaço também é utilizado pelos moradores para seus banhos diários, e desta forma transforma-se em um ambiente de agregação comunitário.

Sua economia que tinha como principal atividade a agricultura, agora está se voltando para o Ecoturismo, uma  opção que se abre para sua população com a construção de um hotel e com a atividade de guias para os visitantes da reserva. Mas Versalles ainda guarda sua tradição no ofício de construção de embarcações, uma atividade de referência para todo o Vale do Guaporé, empregando cerca de dez por cento de sua mão de obra ativa. Chama a atenção a todos que chegam em Versalles seu estaleiro ao ar livre, localizado sob uma imensa e frondosa árvore, que,  segundo Ismael Vasquez Lopez, 51 anos, o mestre carpinteiro do estaleiro de  Taruma. Para Ismael, que só foi uma vez ao um cinema, a vinda do FESTCINEAMAZôNIA “é um estímulo à proteção da natureza, não apenas para as crianças mas para os adultos também”.

Lola Salvaterra Cuellar, 48 anos, professora da escola local, resume a passagem do Festcineamazônia Itinerante como “uma mensagem que nos leva a uma reflexão sobre a necessidade de integração latino americana, principalmente com os países que compõem a bacia amazônica”.

Como tem ocorrido em todas as localidades as crianças fazem a festa com a chegada do  FESTCINEAMAZôNIA Itinerante, em Versalles não foi diferente. Muito alegres e curiosas  ficam sempre por perto das equipes de jornalistas, fotógrafos e cinegrafistas que percorrem a localidades registrando as manifestações culturais e o dia a dia da comunidade.  O Palhaço XUXU é sua grande atração.

Após a exibição dos filmes o Palhaço XUXU entra em cena e com suas brincadeiras e  mensagens em defesa do meio ambiente  toma conta de uma plateia atenta.

O Festcineamazônia 2012 tem o patrocínio do BNDES, Governo Federal através da Lei Rouanet, Ministério da Cultura, Secretaria do Audiovisual, Governo de Rondônia, Secel, TAL – Television America Latina, Governo Autônomo Municipal de Guayaramerim/Bolívia e Prefeitura Municipal de Guajará Mirim/Brasil.

Você também pode gostar

COM VOCÊS, PALHAÇO TITETÊ – QUANDO A...

Os encontros felizes são os verdadeiros encontros Por Sérgio Carvalho Foto de Eder Medeiros Paletó preto – cheio de surpresas, desajeitado, minúscula cartola de lantejoulas cintilantes na cabeça. Voz estridente

PEDRAS NEGRAS FOI A SEGUNDA COMUNIDADE QUILOM...

O assassinato do líder quilombola paraense Teodoro Lalor de Lima em Belém, no Pará, foi lembrado pela organização do Festival de Artes Integradas-Festcineamazonia Itinerante. Na abertura da noite de apresentação

Cineamazônia Itinerante chega ao Estado do A...

Com uma abrangência que em 2016 alcançou quatro países e chegou a 36 localidades, mais a realização da décima quarta edição em Porto Velho/RO, totalizando 50 sessões de cinema, agora

0 Comments

Ainda não há comentários

Você pode ser o primeiro a comentar este post!