FESTCINEAMAZÔNIA ITINERANTE ENCERRA COM ÊXITO SUA JORNADA PELO VALE DO GUAPORÉ NA CIDADE DE PIMENTEIRAS

FESTCINEAMAZÔNIA ITINERANTE ENCERRA COM ÊXITO SUA JORNADA PELO VALE DO GUAPORÉ NA CIDADE DE PIMENTEIRAS

Equipe do Festival percorreu por água e terra mais 2.300 kms

Por Sérgio Carvalho Foto de Eder Medeiros


O Festcineamazônia Itinerante encerrou com êxito sua jornada pelo Vale do Guaporé, na última segunda feira, 25, com uma apresentação para mais de 300 pessoas na Praça dos Quilombolas, na cidade de Pimenteiras, no interior de Rondônia.

Quase 20 dias navegando e 15 comunidades atendidas, sendo 08 delas nas margens brasileiras do rio Guaporé e 07 nas margens bolivianas, o Festcineamazônia Itinerante levou música, cinema e circo para lugares de difícil acesso e pouco atendidas culturalmente, promovendo a integração cultural entre os países.

Além das exibições de curtas-metragens de diversas partes do mundo, inclusive com filmes indígenas, a edição itinerante do Festival contou com as apresentações do músico Rodolfo Minari – que vive no Acre e canta temas da cultura amazônica, misturando elementos do imaginário tradicional, indígena e caboclo – e do palhaço mineiro Titetê, o qual, com seus números lúdicos, alegrou tanto os bolivianos quanto os brasileiros.

“Aqui encerramos nossa missão, com muita alegria. Conseguimos cumprir 100% o que propomos. Estar em contato com estas pessoas que vivem na beira do rio Guaporé, os verdadeiros defensores de nossas fronteiras, é uma experiência das mais belas. Única”. Animou-se o co-realizador do Festcineamazônia Itinerante José Jurandir da Costa.

No dia 03 de setembro, o Festcineamazônia Itinerante inicia sua nova jornada, na segunda etapa amazônica do projeto, na cidade amazonense de Humaitá. Em seguida, percorre parte da Estrada do Pacífico, passando por diversas cidades acreanas e realiza duas apresentações no departamento de Madre de Dios, no Peru e na capital do departamento boliviano de Pando, Cobija, na tríplice fronteira do Acre.

O Festcineamazônia Itinerante tem o patrocínio do BNDES, Governo, Ministério da Cultura, apoio cultural da Fundação Saramago e Iphan. Parceiros de Mídia Rádio Parecis FM e Canal Brasil. O Festcineamazônia é membro do Green Film Network e Fórum dos Festivais.

Previous A PEDRA NEGRA: SENHOR AMBRÓSIO
Next COM VOCÊS, PALHAÇO TITETÊ - QUANDO A FILOSOFIA E A PALHAÇADA SE ENCONTRAM

Você também pode gostar

MARTIN MARTINEZ: UM ARTISTA COMPLETO POR TRÁS DO PALHAÇO DO FESTCINEAMAZÔNIA ITINERANTE

“Se vai fazer, faz com vontade”. O bordão usado pelo artista Martin Martinez ao dar vida a seu personagem palhaço é mais que um bordão. É uma profissão de fé.

FESTCINEAMAZÔNIA ITINERANTE ACONTECE EM PORTUGAL

Sabugueiro, região da Serra da Estrela recebe o projeto brasileiro pela primeira vez. Por Mário Branquinho A aldeia do Sabugueiro, considerada a mais alta de Portugal continental, em pleno Parque

Cineamazônia sob as bênçãos de San Lorenzo

Texto: Ismael Machado Fotos: Zeca Ribeiro Edição: Lui Machado San Lorenzo é uma pequena comunidade boliviana às margens do rio Mamoré. Povoado simples, com uma igreja, uma escola, um posto