ÉVORA RECEBE PROJETO AUDIOVISUAL DA AMAZÔNIA

A cidade de évora, capital do Distrito de évora, em Portugal, recebe o Fest Cineamazônia Itinerante com projeção de vídeos e filmes ambientais brasileiros, como parte da integração internacional. A exibição acontece nesta quinta-feira. Para o curador do festival Jurandir Costa, a integração valoriza a cultura brasileira através da arte cinematográfica.A caravana 2010 iniciou em março, com exibições nas capitais da região norte do Brasil. Ainda nessa temporada o Fest Cineamazônia estará também em Cabo Verde, no continente africano.Durante a itinerância o festival está produzindo um novo documentário sobre a nossa herança cultural portuguesa. O filme será protagonizado pelo professor e historiador Marcos Teixeira, da Universidade Federal de Rondônia.O Festival tem o patrocínio da Petrobras, Ministério da Cultura através da Lei Rouanet, Eletrobras e Correios, conta com o apoio cultural da Santo Antonio Energia, Prefeitura de Porto Velho, Semed e Fundação Iaripuna, Governo de Rondônia – Secel, e apoio da Bancada Federal de Rondônia, senadora Fátima Cleide, senador Valdir Raupp, deputado federal Eduardo Valverde e deputada federal Marinha Raupp.

Previous CABO VERDE RECEBE FESTIVAL BRASILEIRO DE CINEMA E VÍDEO
Next FEST CINEAMAZÔNIA® 2010 REALIZA ETAPA ITINERANTE NO BAIXO MADEIRA

Você também pode gostar

FESTCINEAMAZÔNIA PASSA A FAZER PARTE DA ORGANIZAÇÃO GREEN FILM NETWORK (GFN), A REDE CINEMATOGRÁFICA COM OS FESTIVAIS AMBIENTAIS MAIS IMPORTANTES DO MUNDO.

Ser o único festival ambiental da Amazônia, com uma trajetória de amadurecimento e ter uma história recente positiva de integração cultural na América do Sul e outros países de língua

ATOR LUIZ CARLOS VASCONCELOS PARTICIPA DO FESTCINEAMAZÔNIA ITINERANTE 2011

O ator Luiz Carlos Vasconcelos, com grande atuação no cinema nacional e na televisão, acompanhará o FestCineamazônia Itinerante em suas quatro apresentações no Brasil e Bolívia a partir desta quinta-feira

FESTCINEAMAZONIA EM FORTE PRÍNCIPE DA BEIRA

Em 1972, a banda inglesa de rock progressivo Pink Floyd gravou um show nas ruínas de Pompeia, a cidade italiana destruída por um vulcão. Guardadas as devidas proporções, mas quase