ATOR DA REDE GLOBO JUNTO COM O FESTCINEAMAZÔNIA NO GUAPORÉ

O ator Luiz Carlos Vasconcelos, com diversas atuações na Rede Globo e em cinema, acompanhará a equipe do Festcineamazônia Itinerante no Vale do Guaporé, de 22 de junho a 6 de julho. Vasconcelos levará o espetáculo “Silêncio Total – Vem Chegando o Palhaço”, seu novo show com o personagem Palhaço Xuxu. Nesta etapa, o Festcineamazônia percorrerá localidades e comunidades das margens dos rios Guaporé e Mamoré, na fronteira Brasil/Bolívia.

 

Em Silêncio Total, o Palhaço Xuxu diverte o público com técnicas circenses e experiência musical em três décadas de sucesso do personagem. Com seu violino e o fole alemão de oito baixos, Xuxu consegue reações expressivas do público. Por ser bilíngüe, nas apresentações em comunidades bolivianas, o ator fará o roteiro em espanhol.

 

Em 2010, Luiz Carlos Vasconcelos integrou a equipe do Festcineamazônia na itinerância pelo Peru. A participação do ator e diretor nesta etapa no Vale do Guaporé servirá ainda para concluir o filme documentário que está sendo produzido sobre a integração Latino-americana do festival.

O Festcineamazônia 2012 tem o patrocínio do BNDES, Governo Federal através da Lei Rouanet, Ministério da Cultura, Secretaria do Audiovisual, Governo de Rondônia, Secel, TAL – Television America Latina, Governo Autônomo Municipal de Guayaramerim/Bolívia e Prefeitura Municipal de Guajará Mirim/Brasil.

Você também pode gostar

Cineamazônia promove A Escola Vai ao Cinema

Diversificando sua programação e dentro da meta de atingir o maior número de espectadores, o Cineamazônia – 15ª edição vai apresentar os filmes da mostra paralela intitulada “A Escola Vai

Curta coproduzido pelo Cineamazônia é selec...

De Porto Velho para o Velho Continente. Este será o trajeto realizado pelo curta “Na Boca do Mapinguari”, produção rondoniense selecionado para participar da mostra competitiva da edição 2016 do

Em Portugal, festival Cineamazônia inicia te...

Depois de viajar por terra, visitando distritos de Porto Velho e pela água, levando o cinema para comunidades ribeirinhas de Brasil e Bolívia no rio Guaporé, chegou a hora do

0 Comments

Ainda não há comentários

Você pode ser o primeiro a comentar este post!