FESTCINEAMAZONIA, UMA NOITE DE SURPRESA EM PORTO ROLIM.

Ao final da última poesia, o escritor português José Luís Peixoto diz que há uma pequena surpresa para o público. Ladeado pelo cantor e violonista Bado e pelo palhaço Martinez, empunhando um acordeão, Peixoto recita o poema Cinema ao som de uma melodia melancólica e suave, criada por Martinez e Bado ao longo da viagem. “É a primeira vez que fazemos isso”, disse o escritor. Em silêncio, a plateia de Porto Rolim de Moura do Guaporé, ouviu embevecida a composição.

Esse foi um dos momentos em que a apresentação do Festival de Artes Integradas-Festcineamazonia Itinerante ganhou contornos diferentes das apresentações ocorridas até então ao longo do Vale do Guaporé.

Em Porto Rolim, com um público majoritariamente formado por crianças e adolescentes, o palhaço Martinez fez uma das apresentações mais fortes de toda a expedição. Isso porque a participação do público foi mais intensa. “Foi surpreendente e mágico”, disse o palhaço depois do espetáculo.

A apresentação em Porto Rolim, foi gravada na íntegra pela equipe do Festcineamazonia. Será editado um vídeo especial da itinerância a partir dessa gravação. A performance de José Luís Peixoto, Bado e Martinez também é um ponto culminante de um pequeno documentário feito pelo português Ricardo de Almeida, a partir do encontro de três artistas que não se conheciam e passaram a conviver juntos durante a itinerância. A criação e parceria foi uma consequência desse convívio.

A  localidade rondoniense é um ponto de encontro de pescadores do Brasil inteiro. A partir do mês de setembro esses turistas começam a aflorar em Porto Rolim, atrás da quantidade generosa de peixes que ainda pululam no rio local. É uma das maiores concentrações de jacarés também.

O Festival de Artes Integradas – Festcineamazônia Itinerante 2013 tem o patrocínio do BNDES, Governo Federal através da Lei Rouanet, Ministério da Cultura, Secretaria do Audiovisual, apoio cultural da Santo Antônio Energia e Parceria Institucional da Fundação Banco do Brasil.

 

 

Previous MATEGUÁ-BOLÍVIA, A HARMONIA DAS ARTES COM O FESTCINEAMAZONIA
Next REMANSO-BOLÍVIA CASA CHEIA DURANTE AS APRESETAÇÕES DO FESTCINEAMAZONIA.

Você também pode gostar

FESTCINEAMAZÔNIA ITINERANTE EM IÑAPARI NO PERU

A cidade peruana de Iñapari, localizada na fronteira com o município acreano de Assis Brasil e com o departamento de Pando, na Bolívia, formando a tríplice fronteira Peru, Brasil e

PORTUGAL RECEBE PROJETO CULTURAL DE RONDÔNIA

O circuito itinerante do Fest Cineamazônia – Festival de Cinema e Vídeo Ambiental da Amazônia será exibido em Portugal, no dia 7 de abril, no Auditório Sóror Mariana. O evento

EXPEDIÇÃO FESTCINEAMAZÔNIA LEVA MÚSICA, POESIA, CIRCO, E CINEMA PARA 13 COMUNIDADES DO VALE DO GUAPORÉ

“Estou esperando o calor tropical que ainda não veio”. Em tom de brincadeira o escritor português José Luís Peixoto reclamava da baixa temperatura de frios cortantes na cidade boliviana de