Encontro Fazer vs. Falar discute sustentabilidade em Manaus

Encontro Fazer vs. Falar discute sustentabilidade em Manaus

MANAUS – Sustentabilidade é o tema deste mês do projeto ‘Fazer vs. Falar’, ciclo de palestras realizado pela start up Livre Cultura em Manaus.

Para discutir o tema, o convidado desta edição é o empreendedor socioambiental Rubens Gomes, músico e criador da ONG Oficina Escola de Lutheria do Amazonas (Oela), que trabalha na inserção social de jovens através da produção de instrumentos musicais com uso sustentável de recursos da floresta.

Foto: Divulgação/Livre Cultura

A ideia do evento é conversar sobre os impactos que as mudanças climáticas tem ocasionado em comunidades ribeirinhas no entorno de Manaus, bem como cadeia produtiva dos produtos consumidos no mercado, legislação de florestas públicas e manejo florestal.

De acordo com a organizadora do encontro, Angela Fernandes, o tema escolhido para o primeiro evento de 2016 foi para discutir a realidade do amazonense. “Sentimos a necessidade de provermos uma consciência e prática sustentável no dia-a-dia. E, principalmente, fazer o possível para que pessoas comuns tenham conhecimento mais profundo”, afirmou ao Portal Amazônia.

Além da palestra,  cada encontro propõe um desafio para incentivar as pessoas na prática do tema. “Desafio esse, pensado para a prática de melhoria individual e comunitária”, explicou Angela.

Para o palestrante, Rubens Gomes, a iniciativa do encontro é necessária para ampliar o debate com a população. “A sustentabilidade deveria ser o tema recorrente na vida de todos, todos os dias. Não há como manter a miopia dos governantes, dos políticos e acima de tudo do setor produtivo, que por uma pequena vantagem bancam a destruição do meio”, argumentou Gomes.

O evento acontece neste sábado (5), de 9h às 10h30, no Amazon Smart Office, no bairro Vieiralves. A entrada é gratuita. Para participar, basta se inscrever pelo site Sympla. Mais Informações podem ser obtidas através dos telefones (92) 99214-0324 e 3213-4025 ou pelo email contato@livrecultura.com.br.

Fonte:Portalamazonia.com

Você também pode gostar

Vila construída pela Usina de Jirau desconsi...

Quem trafega pela BR-364, nas estradas de Porto Velho, capital rondoniense, precisa ficar atento para notar que Vila Jirau existe. A comunidade, contudo, existe e a existência dela é uma

Expectativa de hidrelétrica aumenta ameaças...

Quando cai a noite no Projeto de Assentamento (PA) Areia, a quarenta quilômetros do município de Trairão, no oeste do Pará, o silêncio é cortado pelo barulho de motos rodeando

Em Rondônia, as ameaças de morte não costu...

Cerca de cinco quilômetros (km) antes de entrar no assentamento 10 de Maio, no município de Buritis (RO), uma placa avisa aos que se aproximam: “Quem estiver de moto, tire

0 Comments

Ainda não há comentários

Você pode ser o primeiro a comentar este post!