Cineamazônia Itinerante 2016 estreia no Brasil em Capixaba (AC)

Depois de passar por Peru e Bolívia, chegou a vez do Cineamazônia Itinerante 2016 fazer sua primeira apresentação em solo brasileiro. O local escolhido fora Capixaba, município acreano que faz fronteira com Bolivia e com o estado de Rondônia, que recebeu de forma calorosa a caravana do festival neste domingo, dia 15.

O local escolhido para ser realizado o futebol foi em frente ao campo de futebol do município, junto do calçadão da cidade. Uma pequena multidão prestigiou a sessão de cinema e o show dos palhaços peruanos Figurita e Aguahito, que levou ao delírio as crianças e adultos que foram assistir à apresentação.

capixaba 5

Os comerciantes que ficaram abertos durante a sessão também comemoraram a chegada da caravana do Cineamazônia e puderam lucrar a mais com a movimentação atípica causada pelo festival.

Para Vidal Martins,  um dos líderes comunitários de Capixaba, festival cumpre uma função importante na promoção da cultura dentro do município. “Sempre buscamos trazer para cá vários projetos culturais. É muito bom termos esse tipo de atividade aqui na cidade, porque incentiva nossos jovens a se interessar mais por essas atividades artísticas”, conta.

Cineamazonia Itinerante 2016 tem o patrocínio do BNDES, Governo Federal, Ministério da Cultura, Secretaria do Audiovisual, Lei Rouanet. Apoio Cultural da Prefeitura de Porto Velho, através da SEMA e FUNCULTURAL.

Você também pode gostar

União Bandeirantes recebe a itinerância do ...

Ontem, o Cineamazônia Itinerante 2016 novamente cumpriu com a missão de levar a arte e o cinema para os dois distritos de Porto Velho, cujas comunidades que estão muito longe

Cineamazônia Itinerante passa por Capixaba (...

Após as atividades em Assis Brasil e Iñapari, no Peru, o Cineamazônia Itinerante foi até o segundo e último município acreano previsto no roteiro do projeto: Capixaba, distante mais de

Ailton Krenak, militante das causas indígena...

Foi como se tivesse sido uma grande aula de vida. A homenagem feita pelo Cineamazônia ao militante das causas indígenas Ailton Krenak transformou-se num momento de crítica ao atual momento

0 Comments

Ainda não há comentários

Você pode ser o primeiro a comentar este post!