Tudo pronto para o início do Cineamazônia Itinerante – 16ª Edição

 

A 16ª Edição do Cineamazônia Itinerante tem início na próxima semana na cidade de Cabixi, que recebe no sábado, 01 de junho, na Praça Municipal, as exibições de curta metragens abrindo oficialmente a itinerância do mais antigo festival ambiental da Amazônia Brasileira.

Com uma extensa programação que se estende de 01 a 20 de junho, o Cineamazônia Itinerante 16ª Edição percorre, após Cabixi, várias outras cidades e localidades ao longo do Rio Guaporé, importante curso hídrico da bacia amazônica, localizado na divisa com a Bolívia. No dia 02, domingo, Pimenteiras do Oeste assiste as exibições e logo após a expedição parte de barco para as apresentações de cinema no Quilombo Pedras Negras (12/06), Quilombo Santo Antônio (14/06), Costa Marques (15/06), Forte Príncipe da Beira (17/06) e Surpresa (20/06).

Neste ano de 2019, o Cineamazonia Itinerante completa 16 anos de, tendo percorrido diversas regiões do Brasil e três continentes, com exibições na Colômbia, Bolívia e Peru, na América do Sul, Cabo Verde no Continente Africano e Portugal, na Europa.

Para a produtora executiva do Cineamazônia, a cineasta Fernanda Kopanakis, “é emocionante saber que com os filmes exibidos pelo Cineamazônia nestes 16 anos nos relacionamos com públicos e culturas totalmente distintas, desde àquelas do velho continente aos ribeirinhos isolados da Amazônia, às comunidades nos Andes, aos indígenas e quilombolas”.

Lembrando que a temática adotada pelo Cineamazônia, focada em questões sócio ambientais desperta a reflexão de uma visão crítica e de um processo de conscientização ambiental, a cineasta ressalta que “ao mesmo tempo que levamos novas linguagens vinculadas a produção audiovisual, recebemos de volta um aprendizado enorme em contato com o público, desde aos problemas diretos que afligem as comunidades, como cheias e desmatamento, por exemplo, até um aprendizado de vida com culturas e modos de vida ricos em diversidade e conhecimento”.

 

Para a 16ª Edição estão programadas as exibições de dez filmes, assim selecionados: Ficção: “Balanceia”, de Thiago Oliveira e Juraci Júnior, de Rondônia; “A piscina de Caíque” de Raphael Gustavo da Silva, de Goiás; “Crisálida”, de Serginho Melo de Santa Catarina e “Opala azul Negão”, de Renné Brasil de Sá, de São Paulo.

Entre as animações da 16ª Edição do Cinemazonia Itinerante estão as cariocas “Miudinho”, de Eliane Gordeff e Cláudio Roberto, “O fim da fila”, de William Côgo e “Sviaz”, de Diego Akel, Leo Ribeiro, Felipe Thiroux, Adriane Puresa, David Mussel, Anna Thereza Menezes, Alexandre Bersot, Jackson Abacatu e Ronaldo Oliveira. Fecham as animações os goianos, “O violeiro fantasma”, de Wesley Rodrigues e “O bagre de bolas”, de Luiz Botosso e Thiago Veiga. Encerrando as exibições será apresentado o documentário “Xavante, Memória, Cultura e Resistência” de Gilson Costa, de Mato Grosso.

 

O Cineamazônia

O Cineamazônia – Festival de Cinema Ambiental surgiu há 16 anos na Amazônia Brasileira, com o objetivo de realizar a junção entre a sétima arte e o meio ambiente, divulgando e promovendo a mensagem pela sustentabilidade, o respeito à natureza e à tradição dos povos que dela dependem. Isso sem esquecer de divulgar, integrar e promover discussões em torno da produção de cinema e vídeos nacionais e internacionais, e a formação de plateia e a consciência sócio ambiental.

 

Cineamazônia Itinerante – 16a edição – tem o patrocínio do BNDES, Governo Federal, Ministério da Cidadania, Secretaria Especial da Cultura, Lei de Incentivo à Cultura.

Apoio Cultural: Prefeitura de Cabixi, Prefeitura de Pimenteiras do Oeste e Prefeitura de Costa Marques

_______________________________________________

Acompanhe o Cineamazonia Itinerante 16ª Edição, compartilhe, adicione, curta e divulgue entre os seus contatos: #cineamazoniaitinerante #cineamazonia16anos

FacebookInstagramYoutube

Você também pode gostar

FESTCINEAMAZÔNIA ITINERANTE COMEÇA HOJE EM ...

O Festcineamazônia® Itinerante percorrerá de 15 a 22 de dezembro os distritos e localidades da região de Ponta do Abunã, começando nesta quinta-feira por Jacy-Paraná, distante 100 quilômetros de Porto

FESTCINEAMAZÔNIA ITINERANTE EMOCIONA GUAJAR...

“Iluminem o trem, iluminem o trem!”. O velho considerado louco entra em cena sem ser convidado e participa inconscientemente da apresentação do palhaço Martin Martinez. Ganha risos e aplausos enquanto

DISTRITO DE PORTO VELHO RECEBE OFICINA DE ANI...

Uma das localidades mais atingidas pelos impactos dos grandes empreendimentos em Rondônia, o distrito de Jaci-Paraná, distante a 120 quilômetros da capital Porto Velho, recebe uma oficina de animação ambiental,

0 Comments

Ainda não há comentários

Você pode ser o primeiro a comentar este post!