Força Nacional participa de desocupação de terras indígenas no Pará

A Força Nacional de Segurança Pública está em São Félix do Xingu, no Pará, onde participa da desocupação da Terra Indígena Apyterewa. A operação é realizada em pareceria com a Fundação Nacional do Índio (Funai), e os ministérios da Justiça, da Defesa e do Desenvolvimento Agrário, além do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra). O território é ocupação tradicional do povo Parakanã, homologado por decreto presidencial de 19 de abril de 2007.

Marcelo Camargo/ Agência Brasil

A portaria nº 496, publicada na sexta-feira (29), homologou a permanência da Força Nacional até 15 de maio para garantir a segurança das pessoas, do patrimônio e a manutenção da ordem pública.

Segundo a Funai, está sendo realizada desde 2011 a Operação Apyterewa, que busca a regularização fundiária e a expulsão da terra indígena, promovendo o pagamento de indenizações aos ocupantes de boa-fé.

Fonte: Agência Brasil
Edição: Kleber Sampaio

Previous Curta coproduzido pelo Cineamazônia é selecionado para mostra competitiva em Portugal
Next Desmatamento nos meses de fevereiro e março de 2016 aumentou 113% em relação ao ano anterior

Você também pode gostar

Quem são os chineses de olho na Amazônia?

Empresa chinesa com rastro de violação de direitos humanos quer construir a usina de São Luiz do Tapajós, a maior polêmica ambiental desde Belo Monte A derrocada de empresas brasileiras

KANINDE DENUNCIA AO MPF INVASÃO NA TERRA INDÍGENA URU-EU WAU-WAU NA ÁREA DE SOBREPOSIÇÃO DO PARQUE NACIONAL PACAAS NOVOS

  A invasão foi denunciada pelos indígenas e moradores da região que perceberam o aumento da movimentação em vários pontos na estrada que dá acesso a aldeia Alto Jamari dos

Ministério Público denuncia Samarco por crime ambiental

O Ministério Público de Minas Gerais anunciou hoje (15) que ofereceu denúncia contra a Samarco e 14 funcionários da mineradora. Eles são acusados de se associarem para cometer crimes ambientais