Surpresa e vitória para o Cineamazônia

Texto- Ismael Machado
Fotos- Zeca Ribeiro
Edição- Lui Machado

Vitória Laís tem nove anos e dois sonhos. O de deixar os cabelos alourados crescerem como o de Rapunzel- sem alisar- e se tornar veterinária. No último dia 19 de julho, a menina falante pôs um vestido bonito, soltou os cabelos e sob uma lua cheia inspiradora, escolheu uma cadeira bem posicionada e esperou a sessão do Cineamazônia Itinerante na localidade de Surpresa, às margens do Rio Mamoré, em Rondônia. Era o dia de Vitória.

Pela manhã e à tarde ela participou ativamente do curta ‘Corrida Maluca’, mais uma animação na técnica Pixilation, dirigida por Christian Ritse como parte do projeto ‘Animando a Amazônia’. O projeto acompanha a itinerância do Cineamazônia 2016 que singra os rios Mamoré e Guaporé. A itinerância começou no dia 13 de julho, na Resex Rio Ouro Preto e vai ser encerrada no dia 2 de agosto, no município de Pimenteiras, em Rondônia. Durante esse período, comunidades rondonienses e bolivianas terão a possibilidade de assistir a filmes e espetáculo circense.

Itinerância Vale do Guaporé

Itinerância Vale do Guaporé

Em Surpresa, a atividade foi feita com alunos da única escola da localidade.

Foi uma noite que Vitória certamente não esquecerá. Christian a chamou para explicar a técnica do Pixilation de acordo com o entendimento infantil. Depois a menina ainda participou da apresentação do espetáculo “Olha o palhaço no meio da rua”, dos palhaços Chiquita e Cotonete, integrantes da Trupe Koskowisck.

Em Surpresa o cinema e o circo tiveram o maior público até agora. Cerca de 300 pessoas pelo menos, se aglomeraram no campo de futebol do distrito para acompanhar as atrações.

Além dos moradores de Surpresa, houve a presença de índios da aldeia Sagarana, que chegaram em rabetas. Não houve cadeiras para todos, com o público precisando se acomodar nas arquibancadas de madeira do campo.

Entre os índios 13 crianças participaram da oficina de fotografia artesanal ministrada pela fotógrafa Bete Bullara, utilizando a técnica do ‘Pinhole’, ou ‘buraco da agulha’, que remete aos primórdios da fotografia.

Itinerância Vale do Guaporé

Itinerância Vale do Guaporé

Na apresentação, a coordenadora Fernanda Kopanakis informou que há a pretensão de levar a itinerância para as terras indígenas. A aldeia Sagarana fica distante cerca de 30 minutos de barco de Surpresa e é formada por sete etnias. Já está acostumada com o audiovisual. Foi na aldeia que o curta-metragem ‘O Homem que matou Deus’, já exibido e premiado no Cineamazônia, foi filmado.

Na sessão em Surpresa foi inserido o filme ‘The Change’, anteriormente só exibido nas apresentações em terras bolivianas. O filme, uma animação em desenho, mostra de forma divertida a ameaça que o desenvolvimentismo das grandes metrópoles pode ocasionar a pequenas comunidades rurais e florestais.

Surpresa também ocasionou uma das melhores noites da Trupe Koskowisck, com intensa participação do público. Ao final, Vitória se aproximou de Geisa Helena, que personifica Chiquita. “Só queria dizer que achei tua mágica muito boa”, disse, referindo-se a uma das cenas do espetáculo. Foi uma vitória para Chiquita.

O Cineamazônia Itinerante 2016 tem o patrocínio do BNDES, Governo Federal, Ministério da Cultura, Secretaria do Audiovisual, Lei Rouanet.  Apoio Cultural da Prefeitura de Porto Velho, através da SEMA e FUNCULTURAL.

 

Você também pode gostar

FESTCINEAMAZONIA, UMA NOITE DE SURPRESA EM PO...

Ao final da última poesia, o escritor português José Luís Peixoto diz que há uma pequena surpresa para o público. Ladeado pelo cantor e violonista Bado e pelo palhaço Martinez,

Cineamazônia começa nova itinerância por P...

Em um ano especial, o Festival Latino Americano de Cinema Ambiental – Cineamazônia, chega a sua 15ª edição, e para tanto, tem como uma de suas metas, a compreensão da

ACRE RECEBE FESTCINEAMAZONIA ITINERANTE 2012

Um mastro com mais de 50 metros de altura tremula a bandeira do Acre. Foi este o espaço escolhido para a ralizaçao do Festcineamazonia Itinerante 2012. O calçadão da Gameleira,

0 Comments

Ainda não há comentários

Você pode ser o primeiro a comentar este post!