CINEMA NO CIRCO MARCA A VOLTA DE XUXU A PORTO VELHO

Ator Luiz Carlos Vasconcelos reencena espetáculo Silêncio Total na capital, junto a exibição de filmes em bairro da periferia de Porto Velho

Ele está de volta e pede silêncio total. Ele, no caso, é o ator Luiz Carlos Vasconcelos e seu marcante personagem, o Palhaço Xuxu. Já tendo participado em outros anos do festival e da itinerância do Cineamazônia, Xuxu e o espetáculo ‘Silêncio Total’ retornam a Porto Velho, integrando a mostra Cinema no Circo, que será exibida hoje, 23\11, a partir das 20 horas. O bairro Ayrton Senna foi o local escolhido para receber a lona do circo cinematográfico nessa edição.

O teatro e principalmente o circo sempre foram as grandes paixões de Vasconcelos, que, apesar de ser formado em Letras, estudou artes cênicas na Dinamarca para depois incorporar-se ao grupo teatral Intrépida Trupe. Em 1978 criou o Palhaço Xuxu, que nunca mais o abandonou.

O espetáculo ‘Silêncio Total’ encerrará uma programação de oito filmes, entre animação, ficção e documentários, para a comunidade do bairro Ayrton Senna. “Sempre nos preocupamos com a democratização do acesso à arte e levar cinema e circo para bairros onde o acesso é mais restrito faz parte do que move o Cineamazônia”, explica Jurandir Costa, um dos organizadores do festival.

Cineamazonia, 14a EDIÇÃO, tem o patrocínio do BNDES, Governo Federal, Ministério da Cultura, Secretaria do Audiovisual, Lei Rouanet. Apoio Cultural da Prefeitura de Porto Velho, Sejucel e Unir – Universidade Federal de Rondônia.

 

Previous Tom político e social marca abertura do Cineamazônia 2016
Next Poesia portuguesa em Rondônia

Você também pode gostar

Cineamazônia Itinerante 16ª Edição participa dos festejos do Divino Espírito Santo

  Cineamazônia Itinerante 16ª Edição participa dos festejos do Divino Espírito Santo   No dia 05 de junho o Cineamazônia Itinerante – 16ª Edição participou, na cidade de Remanso, dos

Cineamazonia Itinerante – 16ª Edição encerra expedição com chave de ouro

  Na etapa final da expedição do Cineamazonia Itinerante – 16ª Edição levando cinema e cultura para as populações do Vale do Guaporé, a primeira parada foi realizada no dia

Cineamazônia leva oficina de pinhole para comunidades do Guaporé

Parece mágica. E é.  Um minúsculo buraco em uma caixinha comum. E um processo mágico se faz com a luz. Fotografia. O princípio básico. Essa talvez seja uma definição simplista,