Cinema no Bairro do Cineamazônia no Orgulho do Madeira é sucesso de público

Muita paz, cultura e alegria. Foram os principais ingredientes que “temperaram” a noite do sábado (22), do Cinema no Bairro do Cineamazônia – 15ª edição, no conjunto Orgulho do Madeira, bairro Mariana, no extremo da zona Leste de Porto Velho.

Na oportunidade, dezenas de famílias com crianças lotaram todas as cadeiras e assistiram 13 filmes, entre eles, Annoni – 30 anos de Marcos (documentário do Rio Grande do Sul), Grãos de Arroz (ficção da Bahia), Bravura (animação de Santa Catarina) e outros 10 títulos premiados (curtas-metragens) durante a Mostra Competitiva do ano passado, entre animações, ficções e documentários brasileiros, de países como a Venezuela e Suíça.

Uma das metas do projeto é a compreensão da necessidade de descentralização de suas atividades, por meio da projeção filmes durante todo o ano, entre os meses de julho a outubro em diversas localidades. “Ficamos muito felizes em receber pela primeira vez o Cineamazônia no bloco 598 do nosso Orgulho do Madeira. É uma oportunidade das famílias assistirem bons filmes e se alegrarem com a palhaça Tetéia. Esperamos que vocês retornem muitas vezes aqui e que todos se divirtam de maneira saudável”, afirmou o síndico do conjunto residencial, Ronaldo Miranda.

Quem também aprovou a oportunidade de ter tantas produções pertinho de casa foi a empregada doméstica, Patrícia de Jesus, mãe do pequeno Kauan, de cinco anos. “A gente não tem muitas oportunidades de levar nossos filhos ao cinema para assistir os filmes do momento. Aqui, pelo menos, tem filmes de desenho para eles assistirem, além da palhaça que é bem divertida”, disse ela.

Mais uma vez, a palhaça Tetéia fez uma participação especial e encerrou a programação do Cinema no Bairro, fazendo diversas brincadeiras com a plateia. “Acho interessante a chance de trazer cultura para um local distante do Centro da cidade. Tivemos uma grande quantidade de crianças, o que fazem as brincadeiras ficarem mais dinâmicas. Foi muito divertido para mim estar aqui no Orgulho do Madeira”, destacou Suely Rodrigues, que é responsável pela personagem.

A 15ª edição do Cineamazônia tem o patrocínio do BNDES, Governo Federal, Ministério da Cultura, Secretaria do Audiovisual e da Lei Rouanet. Ainda tem o apoio cultural da Sejucel, Funcultural, Fecomércio e SESC Rondônia. O Cineamazônia é associado ao Fórum dos Festivais e membro do Green Film Network.

Mais Cineamazônia

A partir do dia 03 de agosto, começa o Cineamazônia Itinerante que vai percorrer várias cidades e distritos do Peru, Acre e Rondônia. Esta etapa começa em Assis Brasil (AC) e termina em Jacy-Paraná, a cerca de 80 quilômetros de Porto Velho, 11 dias depois, em 14 de agosto.

Você também pode gostar

Cineamazônia oferece oficina gratuita para l...

Oficina de Bete Bullara será realizada entre os dias 23 e 25 de novembro no Centro de Formação do Teatro Banzeiros. As inscrições para os dois cursos-oficinas podem ser feitas através do site www.cineamazonia.com.br/oficinas. Aprofundar-se no

Cineamazônia promove A Escola Vai ao Cinema

Diversificando sua programação e dentro da meta de atingir o maior número de espectadores, o Cineamazônia – 15ª edição vai apresentar os filmes da mostra paralela intitulada “A Escola Vai

Cineamazônia Itinerante faz balanço positiv...

No total, foram 7.428 quilômetros percorridos, sendo 6.718 por estradas de asfalto e chão, além de 1.250 pelos Rios Guaporé e Mequéns, onde foram feitas 31 exibições de cinema e

0 Comments

Ainda não há comentários

Você pode ser o primeiro a comentar este post!