Cineamazônia leva Cinema no Bairro até conjunto Orgulho do Madeira

O Festival Latino Americano de Cinema Ambiental – Cineamazônia no ano de 2017, realiza sua 15ª edição, e para tanto, tem como uma de suas metas, a compreensão da necessidade de descentralização de suas atividades, por meio da projeção filmes durante todo o ano, entre os meses de julho a outubro em diversas localidades.

Com o objetivo de ampliar um público cada mais diversificado, o Cineamazônia – 15ª edição faz a segunda atividade da semana: o Cinema no Bairro, que vai até o conjunto residencial Orgulho do Madeira, localizado no bairro Mariana, na zona Leste de Porto Velho, com início às 19:30 horas.

Estão previstas a projeção de filmes (curtas-metragens) e uma participação especial da palhaça Tetéia (atriz Suely Rodrigues). Estão inseridos na grade da programação do Cinema no Bairro, os filmes premiados durante a Mostra Competitiva do ano passado, entre animações, ficções e documentários brasileiros e de países como a Venezuela e Suíça.

A expectativa dos organizadores é mais uma vez de casa cheia. Novamente, o Cineamazônia leva na bagagem uma programação bastante diversificada, com curtas nacionais e internacionais e apresentações de artistas do cenário local.

A 15ª edição do Cineamazônia tem o patrocínio do BNDES, Governo Federal, Ministério da Cultura, Secretaria do Audiovisual e da Lei Rouanet. Ainda tem o apoio cultural da Sejucel, Funcultural, Fecomércio e SESC Rondônia. O Cineamazônia é associado ao Fórum dos Festivais e membro do Green Film Network.

Previous Filmes e alegria marcam Cinema no Circo do Cineamazônia em Candeias do Jamari
Next Cinema no Bairro do Cineamazônia no Orgulho do Madeira é sucesso de público

Você também pode gostar

Cineamazônia oferece mini-curso de cinema com Gustavo Spolidoro

Curso com Gustavo Spolidoro será realizada entre os dias 23 e 25 de novembro no Centro de Formação do Teatro Banzeiros. As inscrições para os dois cursos-oficinas podem ser feitas através do site www.cineamazonia.com.br/oficinas.

Israelitas consagram Cineamazônia em Mategua

TEXTO: ISMAEL MACHADO FOTOS: ZECA RIBEIRO EDIÇÃO: LUI MACHADO  A maior concentração de botos em toda itinerância do rio Guaporé. O comentário era repetido por quase todos os integrantes do

Cineamazônia Itinerante faz balanço positivo de etapas por Brasil, Peru e Bolívia

No total, foram 7.428 quilômetros percorridos, sendo 6.718 por estradas de asfalto e chão, além de 1.250 pelos Rios Guaporé e Mequéns, onde foram feitas 31 exibições de cinema e