Cineamazônia comemora diversidade de produções inscritas no festival

Uma das características marcantes do Cineamazônia sempre foi a diversidade das produções apresentadas ao público. Para alegria dos cinéfilos de Porto Velho, a mostra competitiva deste ano não será diferente. A curadoria do Festival recebeu a inscrição de filmes dos 24 estados do país e do Distrito Federal, e de 17 países diferentes.

Ao todo foram recebidos 452 filmes, entre curtas, médias e longa metragens. Além das produções nacionais, o Cineamazônia recebeu candidatos de Colômbia, Espanha, Peru, Chile, Argentina, México, Moçambique, Índia, Itália, Birmânia, Bósnia/Herzegovina, Portugal, E.U.A., Irã, França, Singapura e Alemanha.

Fernanda Kopanakis, uma das idealizadoras, organizadora e parte integrante da curadoria do Cineamazônia, comemorou a diversidade de produções. Segundo ela, a quantidade de filmes provenientes de tantos lugares diferentes não só engrandece o festival, como demonstra que o Brasil vive um efervescência da produção cinematográfica que, de acordo com Kopanakis, está ligado ao momento em que o país vive.

“São filmes que vão ao encontro das demandas sociais, políticas, intelectuais e que refletem um período o qual vivemos e que não está dissociada da arte. Mais que isso, é visível que nos últimos 15 anos as produções cinematográficas têm crescido e amadurecido com o próprio festival, principalmente em termos da temática do Festival, que é a da questão ambiental. Isso reflete mais que nunca uma preocupação real e atualíssima da sociedade”, afirma Kopanakis.

Ainda de acordo com a organizadora do Cineamazônia, é visível que a temática conceitual do Festival – a questão ambiental, tem crescido junto com o festival.

A 15ª edição do Cineamazônia tem o patrocínio do BNDES, Governo Federal, Ministério da Cultura, Secretaria do Audiovisual e da Lei Rouanet. Ainda tem o apoio cultural da Sejucel, Funcultural, Fecomércio e SESC Rondônia. O Cineamazônia é associado ao Fórum dos Festivais e membro do Green Film Network.

Texto: Lui Machado.

Você também pode gostar

Cineamazônia começa nova itinerância por P...

Em um ano especial, o Festival Latino Americano de Cinema Ambiental – Cineamazônia, chega a sua 15ª edição, e para tanto, tem como uma de suas metas, a compreensão da

Histórias mal Contadas será exibida na TV S...

Resultado de uma parceria entre a Espaço Vídeo e Cinema e a Fundação Cultural Serra Azul, gestora da TV Serra Azul, localizada na cidade de Porangatu, Norte goiano, retransmissora da

ITINERÂNCIA DO FESTCINEAMAZÔNIA NO VALE DO ...

De Costa Marques vieram em caravana estudantes, professores e população em geral

0 Comments

Ainda não há comentários

Você pode ser o primeiro a comentar este post!