ATOR DA REDE GLOBO JUNTO COM O FESTCINEAMAZÔNIA NO GUAPORÉ

ATOR DA REDE GLOBO JUNTO COM O FESTCINEAMAZÔNIA NO GUAPORÉ

O ator Luiz Carlos Vasconcelos, com diversas atuações na Rede Globo e em cinema, acompanhará a equipe do Festcineamazônia Itinerante no Vale do Guaporé, de 22 de junho a 6 de julho. Vasconcelos levará o espetáculo “Silêncio Total – Vem Chegando o Palhaço”, seu novo show com o personagem Palhaço Xuxu. Nesta etapa, o Festcineamazônia percorrerá localidades e comunidades das margens dos rios Guaporé e Mamoré, na fronteira Brasil/Bolívia.

Em Silêncio Total, o Palhaço Xuxu diverte o público com técnicas circenses e experiência musical em três décadas de sucesso do personagem. Com seu violino e o fole alemão de oito baixos, Xuxu consegue reações expressivas do público. Por ser bilíngüe, nas apresentações em comunidades bolivianas, o ator fará o roteiro em espanhol.

luiz_atorEm 2010, Luiz Carlos Vasconcelos integrou a equipe do Festcineamazônia na itinerância pelo Peru. A participação do ator e diretor nesta etapa no Vale do Guaporé servirá ainda para concluir o filme documentário que está sendo produzido sobre a integração Latino-americana do festival.

O Festcineamazônia 2012 tem o patrocínio do BNDES, Governo Federal através da Lei Rouanet, Ministério da Cultura, Secretaria do Audiovisual, Governo de Rondônia, Secel, TAL – Television America Latina, Governo Autônomo Municipal de Guayaramerim/Bolívia e Prefeitura Municipal de Guajará Mirim/Brasil.

Previous FESTCINEAMAZÔNIA LOTA PRAÇA DOS PIONEIROS EM GUAJARÁ-MIRIM
Next A QUILOMBOCLAGEM CINÉFILA JÁ VAI COMEÇAR!

Você também pode gostar

FEST CINEAMAZÔNIA SERÁ EXIBIDO EM FERNANDO DE NORONHA

O Fest Cineamazônia Itinerante estará em Fernando de Noronha (RN), no dia 27 de março, com exibição a partir das 18 horas, no Auditório do Centro de Visitantes do Projeto

FESTCINEAMAZÔNIA ITINERANTE LEVA CINEMA AO VALE DO GUAPORÉ

A equipe de pré-produção do Festcineamazônia Itinerante 2012 já está no Vale do Guaporé fazendo a divulgação da etapa que será realizada nos meses de junho e julho, percorrendo localidades

Cineamazônia leva arte à periferia da Bolívia

Um quintal sem grama em frente à uma casa simples, em um dos bairros mais perigosos da Bolívia. O cenário não costuma ser dos mais convidativos para a esmagadora maioria