A ATRIZ CHRISTIANE TORLONI VAI SER HOMENAGEADA PELO FESTCINEAMAZÔNIA 2013- FESTIVAL LATINO AMERICANO DE CINEMA AMBIENTAL.

A ATRIZ CHRISTIANE TORLONI VAI SER HOMENAGEADA PELO FESTCINEAMAZÔNIA 2013- FESTIVAL LATINO AMERICANO DE CINEMA AMBIENTAL.

O nome da atriz foi escolhido como figura pública, do mundo das artes, com imagem em prol de causas ambientais. Torloni esteve à frente do projeto “Amazônia para Sempre”, que visa cobrar providências para acabar com a devastação na região O ativismo pelo meio ambiente já lhe rendeu diversas premiações.

Estimulada pelos pais, os atores Monah Delacy e Geraldo Matheus, desenvolveu suas aptidões artísticas desde jovem. Na década de 70, mudou junto com sua família de São Paulo para o Rio, onde fez testes para novelas. Sua estréia foi em Duas. Ao mesmo tempo que tornava sua carreira em teledramaturgia sólida, mantinha em São Paulo seus projetos de teatro. Com o diretor José Possi Netto, produziu vários espetáculos. Sua interpretação forte na TV deixou personagens marcantes como a mimada Jô, de A Gata Comeu. A bela fez sucesso entre os jovens durante o Rock in Rio 2011 quando virou um hit no YouTube graças a uma entrevista em que diz “hoje é dia de rock, bebê”.

Esta será a primeira vez que a atriz participa do Festcineamazônia. O Festival acontece em Porto Velho entre os dias 5 e 9 de novembro, a entrada é grátis.

O Festcineamazônia  – Festival Latino Americano de Cinema Ambiental  tem o patrocínio do BNDES, Governo Federal através da Lei Rouanet, Ministério da Cultura, Secretaria do Audiovisual, apoio cultural da SEMA, Fecomércio-RO/Sesc, Teatro Banzeiros. O Festival é membro do Green Film Network.

Você também pode gostar

A QUILOMBOCLAGEM CINÉFILA JÁ VAI COMEÇAR!

Enquanto o mundo discute o futuro do planeta na Conferência Rio mais 20, o presidente da Assembléia Legislativa de Rondônia lava a calçada da OAB e o desembargador Vulmar Araújo

FESTCINEAMAZÔNIA CHEGA NA COMUNIDADE QUILOMB...

Rio Guaporé em Rondônia une o Brasil e Bolívia Por Sérgio Carvalho Foto de Eder Medeiros Pedras Negras é uma comunidade quilombola a qual, como a boliviana Versalles, está trabalhando

Uma só linguagem em Guayaramerin: arte

As ruas movimentadas do comércio de Guayaramerin parecem ter ficado perdidas num tempo que faz falta aos moradores dessa pequena cidade boliviana. A alta do dólar tem afastado os principais

0 Comments

Ainda não há comentários

Você pode ser o primeiro a comentar este post!